Analise organizacional

Categories: Trabalhos

0

ESTÁCIO/FIB ADMINISTRAÇAO ANÁLISE ORGANIZACIONAL CLEONILSON SANTANA BARRETO JUNIOR OF3 p MAGENS DA ORGAN ZAÇAO realizar alguns trabalhos que antes eram obrigações do funcionário. Com isso, foi necessário dividir os operários em setores e ser feita uma divisão de tarefas, ensiná-los a operar máquinas entre outras atividades. Durante a Revolução Industrial a máquina estava em evidência, e o ser humando era apenas um pequeno detalhe do processo de produção.

O autor demostrou que devido ao alto custo humano, o aumento da produtividade vem sendo atingido. Durante todo o capítulo, o autor vai apontando cada uma das eorias e seus criadores, propondo seus pontos positivos e negativos e exemplificando cada um deles. Ao final, ele propõe uma visão geral do processo, para que seja adaptado para a realidade atual de cada organização, buscando sempre a melhor opção, envolvendo empresa e empregados no desenvolvimento racional das tarefas exigidas.

Sintetizando o segundo capítulo, ele nos fornece uma visão bem clara do que foi a mecanização e o que ela representa nos dias de hoje nas organizações, e o quanto ainda é utilizada nesses tempos modernos. Capítulo 3 O terceiro capítulo do livro se chama “A natureza entra em nismos”, fazendo cena – As organizações vis organismos”, fazendo uma comparação com os organismos vivos e suas mutações constantes, que influenciam as organizações, interegindo com o seu ambiente para se adaptar e satisfazer suas necessidades.

Ao sintetizar o que é abordado nesse capítulo do livro, o autor nos mostra que as organizações e o ambiente em que ele atua estão interligados, de forma que um ajuda a produção e crescimento do outro. Os ambientes organizacionais são compostos de outros ambientes, influenciando a sua natureza, e interagindo com outras organizações e o meio em que elas estão colocadas. Esse capítulo nos ajuda a comprrender melhor cada uma das teorias estudadas anteriormente e quais são as organizações especificas que a utilizam.

Ele também nos mostra qual é a teoria que melhor se adapta em cada ambiente organizacional. Ao finalizar, percebemos que as organizações precisam interagir entre si, em um sentido de cooperaçao, Já que com a interferência do ambiente, essa cooperação pode ajudar para a realização das atividades e sobrevivência de cada uma dessas organizações. Estamos constantemente ouvindo falar de parcerias, e nesse sentido, percebemos a ecologia organizacional presente. 3

Vigas na engenharia civil

0

índice Índice Considerações: Dimensionamento da Lajes Classificação Considerações Cálculo das cargas Fixação da Espessura da Laje Cálculo das Lajes Laje

Read More

A lei de say

0

Ensaios FEE, porto Alegre, j:105-120, 1985, A LEI DE SAM* Flávio Soares Damico * 1 — Introdução Diz-se, normalmente, das

Read More