Aula retorno e risco

Categories: Trabalhos

0

RISCO RETORNO Risco é o grau de incerteza associado a um investimento. Quanto maior a volatilidade dos retornos de um investimento, maior será o seu risco. Retorno são receitas esperadas ou fluxos de caixa previstos de qualquer investimento. Relação entre risco e retorno O retorno sobre o seu dinheiro deve ser proporcional ao risco envolvido. Quanto > risco>retorno Quanto < risco < retorno Mensurando o retorno Uma companhia inve dizer portanto, que a lucros são traduzldos – aumento no preço O pagamento dos d lucros. PACE 1 orfi retorno. Podemos ra gerar lucros.

Esses ?vel devido a esses (às vezes não há dados disponíveis para determinar futuros retornos de um investimento). Então como mensurar? Em finanças é teoricamente possível usar aproximações. Isto é procura-se uma ação de uma empresa de comportamento semelhante à do projeto em estudo, calculam-se os retornos esperados dessa ação, supõe-se que esses retornos refletirão o retorno do projeto em estudo. RETORNO ESPERADO=DIVIDENDOS+VALORIZAÇÃO DO CAPITALVALOR DA AÇÃO NO PERÍODO RETORNO ESPERADO- DT+ (PT- PT-I DT=DIVIDENDOS DO ANO CORRENTE PT=PREÇO DA AÇÃO NO ANO CORRENTE

Ex: Suponha que calculamos as taxas de retorno para vários anos e encontramos que, em tempos de recessão econômica, a média 10%, em tempos normais, 20% e, em tempos de crescimento, 30%. A probabilidade é que esses retornos se situem entre e 30%, porém a média real dependerá das condições econômicas (macro). Após perguntar a alguns economistas e outros especialistas, concluiu-se que há 30% de chance de ocorrer uma situação econômica recessiva, 40% de ocorrer uma situação econômica normale 30% de ocorrer uma expansão na economia. Parâmetros para cálculos K- T-1 NKI Pl

Dados nossos trêscenários, recessão ( r) , normalidade (n) e expansão ( e), fica: KrPr+ Knpn+Kepe Tabela 1: Cálculo do retorno esperado usando probabilidades. Condições econômicas esperadas I Retornos efetivos (k) probabilidades (P) I K XP I Recessão 10% 0,3 0,03 | Normal | 0,08 | Expansão 30% 0,3 0,09 | Retorno esperado (K)O,20 1 Este provável retorno esperado de 0,20 torna-se o ponto de referência para o cálculo dos valores efetivosem relação ao valor esperado e, portanto da determinação do risco do projeto. A volatilidade em torno do retorno esperado é o risco.

MENSURANDO O RISCO O risco é definido como o desvio dos resultados esperados em relação a uma média ou valor esperado. Também pode ser considerado uma chance de que ocorra uma perda ou um ganho com o investimento num ativo ou projeto. Para analisar o risco é divido em 2 componentes o nível de risco e o risco do prazo. Essa distinção é necessária porque as decisões de inves nível de risco e o risco do prazo. Essa distinção é necessária porque as decisões de investimento se baseiam no cálculo do valor presente dos fluxos de caixa gerados pelo investimento.

O NÍVEL DO RISCO pode ser determinado pela comparação do risco de um projeto com o de outro. Lembrando que o risco associado à grandes empresas é geralmente menor do que o de uma empresa pequena. A volatilidade dos retornos da companhia de baixo risco é, geralmente baixa, enquanto os retornos da companhia de ato risco estão sujeitos a elevadas volatilidade. RISCO DO PRAZO No jargão financeiro, afirma-se que o risco é uma função crescente do prazo, ou seja, quanto maior o tempo que os fundos permanecem aplicados, maior é o risco envolvido.

Todavia, se um eríodo mais longo de tempo é considerado, um prêmio deve ser pago aos credores por assumirem o risco. Risco total taxa livre de risco + prêmio pelo risco Taxa de livre risco; É a taxa de juros paga aos ativos que asseguram o retorno prometido, como as letras do tesouro americano, que vencem em 90 dias e são garantidos pelo governo quanto ao pagamento no resgate. Essa taxa de livre risco é, portanto referência para mensurar o grau de risco de outros ativos. Brasil – SELIC—Sistema especial de liquidação e de custódio- é um sistema informatizado destinado ao registro, custódia e de iquidação de Títulos públicos. Taxa de livre risco) serve como base para outros ativos. O prêmio pelo risco: é a parte da taxa de retorno de um ativo cobrado a partir da taxa d ara cima. de retorno de um ativo cobrado a partir da taxa de livre risco, para cima. Ex: Análise de risco: duas companhia ( A e B ) uma baixo risco (A) e outra de alto nsco Ambas irão gerar retornos de R$ 1,00 e R$ 1,50 por ação no final dos próximos dois anos. Companhia A (taxa de desconto) Companhia B (taxa de desconto) 20% Quero saber o valor presente (projeto) I 2,15 por açao ,201+ I ,501 1,87 por açao Só isso não é suficiente, tem olhar para retorno esperado.

Figura 2: indica a volatilidade dos retornos esperados da companhia A e B. Calculando Retornos Esperados de Projetos arriscados Atribuindo probabilidades As probabilidades ajudam-nos a determinar as chances ou promessas de sucesso de um evento ocorrer, assim podemos determiná-las de duas maneiras. -observações diretas (experimentos); – avaliação subjetivapara estabelecer a probabilidade do resultado. Fórmula para determinar a probabilidade de resultados incertos. A tebela a seguir compara os retornos do projeto A com os do rojeto B. Os retornos do projeto A variam dentro de um intervalo menor que os retornos do projeto B.

Com base em julgamentos subjetivos, consedera-se que o resultado mais próvavel deve receber um peso de 50%, enquanto os valores dos extremos do intervalo devem receber um eso de 25% cada um. Quando multiplicam os retornos p (probabilidade) e se PAGF é conhecido como valor esterado(ER). Tabela: Obtendo os valores esperados pela atribuição de probabilidade dos retornos projetados. Observe que os retornos esperados do Projeto A e no projeto B são os mesmos, ou seja, 320. As dispersões (ou amplitude dentro da qual os retornos variam) a partir desse valor esperado são diferentes para cada projeto.

A amplitude do projeto A varia de 100 a 500, enquanto a do projeto g varia de 80 a 600. O significa que, como a volatilidade em torno do valor esperado é menor no projeto A que para o projeto B, o seu risco é menor. Essa é a maneira de mensurar o risco especifico de cada projeto, ou seja, quanto para mais ou para menos os retornos desviam-se dos valores esperados. A medida dessa dispersão chama-se desvio padrão. O desvio padrão como medida de risco Desvio padrão = t-1 N(K-K) . Pi Tabela: do desvio-padrão dos retornos do projeto A k IK (K -K) I (K -KY Pi(probabilidades) I (K- 100 320 -220 48400 0,20 9. 80 2 333 320 +13 169 1 0,601 101 | 3 500 320 +180 32400 0,20 6. 480 | Variância =16. 261 Desvio -padrão do projeto A = variância=16261=128.. Usando a mesma abordagem para o projeto B, vamos calcular o desvio padrão para o projeto B. Tabela: do desvio-padrão dos retornos do projeto B k IK (K -K)I (K -KY I Pi(probabilidactes) I (K- K)2. Pi 2 3 O que tudo isto significa? Se considerarmos uma distribuição de probabilidade seja normal. Os gráficos ficarão assim: O centro retorno esperado é 320, a sua direita fica metade dos valores acima da média, do lado esquerdo fica a metade dos valores abaixo da média.

E quanto mais próximo da média fora distribuição, mais provável que os resultados verdadeiros estejam próximos da média ou do valor esperado. Os estatísticos descobriram que, em casos envolvendo distribuições normais, pode-se esperar que 68% dos resultados ou retornos caiam dentro do intervalo de mais ou menos um desvio-padrão Um desvio padrão para a esquerda Retornos esperados I Um desvio padrão para a direita rojeto A 192 320 448 projeto 135 320 505 Esse intervalo indica que, de cada 100 resultados esperados, 68 deles cairão no intervalo de 198 a 448, do projeto A .

O mesmo procedimento com o projeto g. Assim, como parte de um estudo podemos inferir que a dispersão para mais ou para menos, o desvio-padrão do projeto Aé menos amplo que a do projeto B. Dados esses parâmetros , o risco do projeto A pode ser comparado com o projeto B. Eles tem o mesmo retorno esperado, mas como o projeto A tem menor dispersão em torno do valor esperado, seu risco é menor que o do projeto B.

Ponto de equilíbrio

0

2. PONTO DE EQUILÍBRIO O ponto de equilíbrio é uma das informações mais importantes de toda a empresa, pois possibilita:

Read More

Ténico

0

Seu parceiro em Soldagem e Corte Soldagem de Tubulações ÍNDICE INTRODUÇÃO . 1 FABRICAÇÃO DE DUTOS TERRESTRES DE DUTOS SUBMARINOS

Read More