Biocombustiveis

Categories: Trabalhos

0

RESUMO Quando nos deparamos com um problema, logo buscamos alternativas para contorna-lo. Hoje o mundo se depara com uma situação desfavorável. O petróleo que há muitos anos tem sido a pnncpal fonte de energla utilizada para o transporte é um combustível não renovável. Segundo a Agência Internacional de Energia (2009), as necessidades energéticas em 2030 serão 50% maiores que as de hoje. Utilizando-se de pesquisa aplicada exploratória bibliográfica, buscamos analisar alternativas para este problema.

Com isto nos deparamos com os Biocombustiveis, que são fontes de energia derivadas de matérias agricolas e o next*ge outras materias orgâ o milho, mamona, a o 1 or16 de energia renovável ue energética pelo pet como a redução da e , a cana-de-açucar, a-se de uma fonte ossa dependência os ambientais , principal causador do efeito estufa e tamb m possibilita a geração de empregos tanto na fase de coleta como de processamento e promove o desenvolvimento da agricultura nas zonas rurais menos favorecidas do nosso País.

Os biocombustíveis ja vem sendo muito utilizado, mas mesmo com uma produção crescente a cada ano, ainda falta muito para que ele possa substituir completamente o petróleo. esquisas, investimentos e politicas de incentivos podem ajudar a reduzir os custos de produção desses combustiveis que possui um custo ainda elevado se comparado aos derivados de petróleo. PALAVRAS-CHAVE: Biocombustíveis. Etanol. Biodiesel. 1 INTRODUÇÃO 9 1. 1 OBJETIVOS 11 1. 1. 1 Geral 10 . 1. 2 Específicos 10 1. 2 JUSTIFICATIVA PARA ESTUDO DO TEMA 12 2APRESENTAÇÃO DO PROBLEMA 13 2. 1 DO PETRÓLEO AOS BIOCOMBUSTÍVEIS 14 3 OQUE BIOCOMBUSTíVEL? 5 3. 1 OS TIPOS DE BIOCOMBUSTÍVEIS 15 3. 1. 1 ETANOL… 15 3. 1. 2 BIODIESEL….. 3. 2 A FABRICAÇÃO DOS BIOCOMBUSTÍVEIS…. 16 3. 2. 16 ETANOL… . 32. 2 BIODIESEL 17 3. 3 BIOCOMBUSTÍVEIS: VANTAGENS E DESVANTAGENS….. 3. 3. 1 ETANOL 18 3. 3. 1. 1 VANTAGENS……. 3. 3. 1 18 3. 3. 2BIODIESEL 19 PROJEÇÕES.. 22 4. 2 BIOCOMBUSTÍVEIS NO AUTOMOBILISMO 23 4. 3 BIOCOMBUSTÍVEIS NA 5CONCLUSÃ02S REFERÊNC — 26 I INTRODUÇAO O ser humano busca diariamente ser melhor, se aprimorar. Seja tentando se tornar uma pessoa melhor, obtendo novas conquistas, novas tecnologias, enfim, buscamos sempre o “Novo”. lternativas para contorna-lo. Hoje o mundo se depara com uma situação desfavoravel. O petróleo que há muitos anos é a rincipal fonte de energia é um combustivel não renovavel, e ira se esgotar um dia. Essa fonte que por muitos anos foi uma abundante fonte de energia, ho’e com a sua escassez até guerras estão ocorrendo. desenvolvimento da agricultura nas zonas rurais menos favorecidas do nosso Pais. O Brasil é referência quando se fala em Biocombustiveis, pois a vanos anos adota pollticas de incentivos que promovem o fortalecimento destes combustiveis, seja no panorama nacional ou internacional.

Brasil e EUA fabricam 89% dos Biocombustiveis de todo o mundo. FONTE: Agência Internacional de Energia (2009) Neste trabalho será abordado os pontos mais importantes sobre esses combustiveis, tais como, suas vantagens, desvantagens, sua utilização, seus impactos ambientais e sociais. Afinal, os Blocombustiveis estão cada vez mais presentes no nosso dia a os Biocombustiveis, uma fonte de energia que já existe a muitos anos, mas somente agora que esta adquirindo força. 2PROBLEMATIZAÇAO A grande maioria dos veículos existentes no mundo, utiliza combustíveis derivados do petróleo, tais como a gasolina e o diesel.

A queima destes combustíveis libera o gás carbônico (C02), o grande causador do Aquecimento Global. O acumulo de C02 e outros gases na atmosfera terrestre,formam uma camada de poluentes, de difícil dispersão, causando o famoso efeito estufa. Este fenômeno ocorre, pois, estes gases absorvem grande parte da radiação infra-vermelha emitida pela Terra, dificultando a dispersão do calor. que vem provocando o aumento da temperatura terrestre. Inicialmente, esse aumento de temperatura era causado pela destruição das florestas e pela liberação do carbono na atmosfera.

Nos últimos 50 anos, a causa dominante tem sido a queima de combustíveis fósseis. Esse aumento de temperatura pode parecer pequeno, mas ele é capaz e levar a extinção de varias espécies de animais e vegetais, o aparecimento de novos desertos e um clima cada vez mais instável. Atualmente seria impossivel abandonar os automóveis mesmo sabendo dos problemas ambientais ocasionados por eles. Mas os combustíveis fósseis utilizados para o transporte além de ser um grande problema ambiental, estes podem causar mais um grande problema: A falta de energia.

Resewas petrolíferas de vários países tendem a se esgotar nos próximos anos. Países como Argentina e Dinamarca, possuem resen,’as que deverão durar até 2014, os EUA até 2019. Os combustíveis estão se esgotandoe segundo a AIE (Agência Internacional de Energia) as necessi Internacional de Energia) as necessidades energéticas em 2030 serão 50% maiores que as de hoje. Com isso surge a questão: como supnr as necessidades energéticas que tendem a aumentar, ao mesmo tempo que as reservas energéticas tendem a diminuir. 2. 1 DO PETRÓLEO AOS BIOCOMBUSTÍVEIS Segundo o site wvrw. iodieselbr. com (2010), a primeira experiência com Biocombust[veis no Brasil ocorreu no ano de 1927, A Usina Serra Grande Alagoas foi à primeira do país a produzir Álcool Combust(vel (Etanol)no pais, utilizando-se da cana- e-açúcar como matéria prima para a produção do Álcool Anidro, que é misturado a gasolina em certas proporções. Mas com a queda do preço do petróleo no inicio da década seguinte, tornou- se inviável este empreendimento. No ano de 1973, a crise do petróleo elevou o preço deste a patamares que tornava o Álcool combustível novamente viavel.

O Brasil em uma atitude isolada internacionalmente criou em 1975 0 PróAlcool, que se mostrou estratégica para que o Álcool voltasse a ser produzido. No Pró-Alcool, o governo promoveu e financiou a construção de usinas de álcool e forneceu subsídios ara as fabricantes de automóveis que criassem carros que utilizasse o Álcool Hidratado (Etanol Hidratado) comocombustível. A fabricação de automóveis movidos a Álcool iniciou-se em 1 979, desta data até o inicio do ano 2000, foram vendidos cerca de 5,6milhões de carros movidos a Álcool no Brasil.

Até 1986, a produção de á va de crescer, atingindo marca de 12,3bilhões de litros neste ano. De 1987 a 1995, a produção manteve se praticamente estagnada. Mas no inicio dos anos 2000, com a alta do preço do petróleo, o álcool voltou a ganhar força. Em março de 2003, chega ao Brasil os carros icombustíveis ou Flex, que utilizam Etanol, Gasolina ou uma mistura de ambos como combustível. Esses automóveis tiveram grande aceitação. Em 2008, o Brasil produziu 24,5bilhões de litros de Etanol, esse numero deve quase dobrar ate 2020.

De acordo com o Ministério de Minas e Energia desde a criação do Pró-Alcool, os carros brasileiros deixaram de jogar 800 bilhões de toneladas de gás carbônico na atmosfera. De acordo com a Agência Internacional de Energia (2005), os derivados de petróleo correspondiam por mais de 90% dos combustíveis utilizados no setor de transporte no mundo. Este número sobe para 96,7% se considerarmos apenas os 30 países membros da OCDE (Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico), que reúnem os países mais ricos do mundo. O Brasil é referência na produção de Biocombustíveis.

Atualmente, 10% de toda a energia utilizada no mundo são provenientes de Biomassa. No Brasil, esse número sobe para os incríveis mas a tendência é este numero continuar a subir. 30 QUE É BIOCOMBUSTIVEL? Biocombustível ou agrocombustível é o combustível de origem biológica não fóssil. Normalmente é produzido a partir de uma u mais plantas. Todo material orgânico gera energia, mas o biocombustível é fabricado em escala comercial a partir de produtos agrícolas como a cana-de-açúcar, mamona, soja, babaçu, mandioca, milho, beterraba. 3. 1 OS TIPOS DE BIOCOMBUSTÍVEIS s mamona, soja, babaçu, mandioca, milho, beterraba.

São varios os tipos de biocombustíveis existentes, etanol, biodiesel, biogás, biometanol, bioéter dimetílico, entre outros. Como citado anteriormente, o nosso objetivo neste estudo é focar no ETANOL e no BIODIESEL 3. 1. 1 ETANOL O etanol é um àlcool, um composto orgânico oxigenado, ambem denominado álcool etílico, e sua fórmula quimica é o C2H50H. No Brasil o etanol é utilizado como combutlVel automotivo de duas formas: álcool hidratado, para carros a álcool ou flex fuel, e álcool anidro, que é adicionado a gasolina, atualmente na proporção de 25%.

A diferença entre os dois é o teor de água presente no produto: o álcool hidratado possui cerca de 7% de água, enquanto o álcool anidro possui apenas 0,7% no máximo. 3. 1. 2BIODIESEL Segundo a Lei no 11. 097, de 13 de janeiro de 2005, biodiesel é um “biocombustível derivado de biomassa renovável para uso em otores a combustão interna com ignição por compressão ou, conforme regulamento, para geração de outro tipo de energia, que possa substituir parcial ou totalmente combustíveis de origem fóssil” Biodiesel é um combustível biodegradável derivado de fontes renovávels. ode ser produzido a partir de gorduras animais ou de óleos vegetais, existindo dezenas de espécies vegetais no Brasil que podem ser utilizadas, tais como mamona, dendê, girassol, babaçu, amendoim, pinhão manso e soja, dentre outras. O biodiesel pode substituir totalmente ou parcialmente o diesel derivado do petróleo. Pod uro ou misturado ao PAGF usado puro ou misturado ao diesel em diversas proporções. A mistura de 2% de biodiesel ao diesel de petróleo é chamada de B2 e assim sucessivamente, até o biodiesel puro, denominado BIOO. . 2 A FABRICAÇÃO DOS BIOCOMBUSTÍVEIS 3. 2. 1 ETANOL No Brasil o etanol é produzido na sua grande maioria utilizando a cana-de-açúcar que passa por um processo de fermentação e leveduras do caldo extraído da cana. Após a fermentação, o produto passa por vánas etapas, culminando com sua destllação para retirar o excesso de água adequando-o ao uso combustível. Hoje as expectativas estão voltadas para o chamado etanol de segunda geração, ou celulósico, feito no Brasil a partir do bagaço da cana.

O etanol de segunda geração utilizará enzimas para quebrar as moléculas de celulose do bagaço em glicose. Acredita- se que esse procedimento eleve a produção do álcool brasileiro em até 40%, segundo estudo do CTBE. Nos Estados Unidos o foco está na palha de milho e em um capim chamado switchgrass. “A palha do mllho hidrolisa de uma maneira mais fácil que o bagaço, mas é preciso investir em toda uma logistica para trazê-la do campo para a refinaria.

A vantagem do Brasil é que o bagaço já está dentro da usina”, compara Pedro Luiz Fernandes, presidente regional da Novozymes Latin America (2009). 3. 2. 2BIODIESEL De acordo com o site ‘W/w. biodiesel. org. br (2010), a transesterificação é processo mais utilizado atualmente para a produção de biodiesel. Consiste numa reação química dos óleos vegetais ou gorduras animais com o álcool comum (etanol) ou o metanol, estimulada por um catalisador, da qual também se extrai a glicerina, produto extrai a glicerina, produto com aplicações diversas na indústria química.

Além da glicerina, a cadeia produtiva do biodiesel gera uma série de outros co-produtos (torta, farelo etc. ) que podem agregar valor e se constituir em outras fontes de renda importantes para os produtores. Fonte: http:h’egi-energia. com/bio. html 3. 3 BIOCOMBUSTIVEIS: VANTAGENS E DESVANTAGENS 3. 3. 1 ETANOL 33. 1. 1 VANTAGENS • energia renovável; • As terras cultiváveis podem produzir uma enorme variedade de oleaginosas como fonte de matéria-prima para o biodiesel; E constituído por carbono neutro, ou seja, o combustível tem origem renovável ao invés da fóssil.

Desta forma, sua obtenção e queima, não contribuem para o aumento das emissões de COZ na atmosfera; • Contribui para a geração de empregos no setor primário; 3. 3. 1. 2 DESVANTAGENS • As condições precárias de trabalho e remuneração dos cortadores; • As queimadas durante a colheita da cana; • O uso maciço de adubos e pesticidas e os altos subsídios; • Créditos baratos e vantagens fiscais, que chegam a 1,5 bilhão de dólares por ano, tecnologias pouco demandadas em outros paises; • Além disso, há o risco d os conflitos de terra e

Hemograma

0

Aula 8 – Hemograma O transporte de oxigênio é feito pela hemoglobina. Há deficiência no transporte de oxigênio por dois

Read More

Gestao escolar…

0

Curso – Pedagogia Estagiária: Ericléia – Maria Beatriz – Terezinha. Escola: Cmei Mari Silva Professor (a) Regente: Sônia Guimarães Disciplina:

Read More