Catenária e pórtico

Categories: Trabalhos

0

[pic] Cálculo da Catenária – Cabo 1 — 80rn [PiC] Do desenho obtemos as seguintes equações: or2B to view nut*ge XA+XB = 80 Temos que: [7] [6] Substituindo a eq- [61 em [5] Para A: – c * cosh xa Stotal – 33,642 + 48,2986 81,94m Aproximação para “C” – Utilizar o valor de C em que a diferença entre as equações convergir para “zero” [(10+C)C] – III 1,28847 0,000121742 109,45 0,001707012 1109,5 0,00166246 | 109,55 0,00161 799 | 109,5 0,001573603 1109,65 0,001529297 1109,7 0,001485073 1109,75 0,001440931 1109,8 0,001395871 1,0899 1,0914 11,0913 11,0912 11,0911 | 1,089978311 1 ,093072933 1 ,092986661 1 ,09290051 1 , 092814479 1 ,092728567 1 , 092642776 1,092557104 1,092471 552 Recalculando “s” para o valor encontrado em “c” Para YA s -111,29 x senh 33 137 PAGF 93 para o valor encontrado em “c” s = 111 para Xb s=lll, 111,29 29 ,29 x senh 33,137 x senh 46,863 sa = 33,63m sb 48,26m Stotal = 33,63 + 48,26 = 81 ,88m ( Comprimento Total do Cabo 1 Cálculo da Catenária – Cabo 2 – 130rn [picl [2] XA+XB- 130 [3] Substituindo a eq. 6] em [5] – xa2 para XA Para Xb então c – 0 49,76162 logo c-247,62 = 247,62 *senh 49,7616 247,62 s 247,62 * senh 80,238 247,52 sa = 50,09m sb 81,65m Stotal 50,09 81,65 131,74m Aproximação para “C” Utilizar o valor de C em que a diferença entre as equações convergir para “zero”. 1248,5374884 0,000242284 1 ,052285 1,05252724 s- 248,64 *senh 49,7616 248,64 s = 248,54 * senh 80,238 sa – 50,09 m sb = 81,63m Stotal = 50,09 + 81,63 = 131 ,73rn ( comprimento do cabo 2 Dimensionamento dos Ca 169,832 + 517,172 -544,34 n Dimensionamento pelo Cabo 2 pois requer maior esforço: T = 544,34 n A – 544,34n – 16mm2 544,34 n 16x 10-6 ma 34 rnpa Coeficiente de Segurança 1,5 5=34 ma x Verificamos que de acordo com a tabela supracitada o cabo suporta 8000n 16x – 500MPa / -333 51 MPa( ok!

Dimensionamento da Estrutura — Vigas e Pórticos Distribuição do Peso da Laje – Pelo método das charneiras identificamos o carregamento distribuído em cada Vlga conforme descrito abaixo: VI Q 25 Kn/m * 22,24m2 55,6knfm s 3 Q – 277,7 – 55,6x paraq=o x = 4,99m Diagrama de Esforço Cortante Diagrama de Momento Fl 695,34 kn. m Dimensionamento dos perfis para V5 V6 d2y = m 977,6X – 20,83X2 – 5,61 «x-6,67, – 2 977,6X2 3 – 20,83X3 5,61 Cl Condições de contorno: para x = Para x — 4,88 * 6,94 * 2,81 * 3. 32 + Cl PAGF 7 93 d2,y- 1 dx2 + – 27,8P+ Cl Para x = 0 Para x 416P+ + CIX 6 12 PAGF 8 3 no centro de gravidade y = alY1+üY2 = 06 mms Tmed- ( Cálculo do cisalhamento longitudinal na v4 Na solda q-ay Tmed= vq Tmed- omax= mmax* y omax= Cálculo das tensões normais na VI mrnax = 695,301 ornax= Cálculo das tensões normais na V4 mr-nax = Pré-Dimensionamento dos Pilares Pilar 1

Implantação de rcm

0

CURSO DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO MARCELO SIDNEI DOS SANTOS REDUÇÃO DE HORAS PARADAS POR MANUTENÇÃO CORRETIVA COM A IMPLATAÇAO DO

Read More

Logistica reversa

0

Parte teórica: • Questão conceituar Logística Reversa por três autores diferentes. • Diferenciar LRPC E LRPV. • Considerações finais sobre

Read More