Certificação ambiental

Categories: Trabalhos

0

SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO TECNO OGIA EM GESTÃO AMBIENTAL EVERALDO APARECIDO PENZANI as ferramentas da qualidade no uso do gerenciamento ambiental em empresa de pequeno porte Piracicaba – SP 2010 everaldo aparecido p 0 as ferramentas da qu de Swipe nentp em empresa de pequ ciamento ambiental Pré-projeto do Trabalho de Conclusão de Curso apresentado à IJNOPAR – Universidade Norte do Paraná, como requisito parcial para a obtenção do título de Tecnólogo em Gestão Ambiental.

Orientador: Piracicaba everaldo aparecido penzanl AS FERRAMENTAS DA QUALIDADE NO USO DO GERENCIAMENTO AMBIENTAL EM EMPRESA DE PEQUENO PORTE PRÉ-PROJETO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO -lal Studia Diante da pressão do mercado Interno, da conscientização da sociedade por um mundo mais limpo, sustentável e renovável e a preocupação ambiental, das autoridades governamentais, as empresas começam a buscar na preservação do meio ambiente um diferencial de competitividade. Com a globalização, leis cada vez mais restritivas direcionados ao meio ambiente, são impostas pelo mercado.

Assim, a questão ambiental vem se tornando cada vez mais uma obrigação das empresas em suas atividades empresariais. Com o objetivo de combater a degradação ambiental e criar o equilíbrio entre a manutenção da rentabilidade e a redução do impacto ambiental, no período de 1993 a 1996, a ISO (International Organization for Standarzation) reuniu diversos profissionais formados por representantes de pais membros e criou um comitê, intitulado Comitê Técnico TC 207 que teria como objetivo desenvolver normas (série 14000) nas áreas envolvidas com o melo ambiente.

Este comitê desenvolveu a norma ISO 14001 que estabelece as diretrizes básicas para o desenvolvimento de um sistema que gerenciasse a questão mbiental dentro da empresa, ou seja, um sistema de gestão ambiental. É a mais conhecida entre todas as normas da série 14000. No Brasil, as normas foram introduzidas pela ABNT. Diversas medidas vem sendo adotadas no sentido de harmonizar regulamentos e padrões, impedindo assim, conflitos entre regras diferentes. Entre elas estão a ISO 14000.

O presente trabalho tem como objetivo demonstrar como o SGA (Sistema de Gestão Ambiental) e suas ferramentas da qualidade pode alavancar o negócio da empresa, promover o marketing ambiental junto aos seus parceiros, fornecedores, olaboradores internos e seus familiares e in 20F 10 ambiental junto aos seus parceiros, fornecedores, colaboradores internos e seus familiares e inserir e conscientizar todos os envolvidos que a atividade comercial ou industrial possa ser executada de uma forma sustentável e menos agressiva ao meio ambiente. ustificativa Na sociedade atual muito se questiona sobre o desenvolvimento sustentável, no qual as necessidades do presente devem ser atendidas, mas sem comprometer as necessidades futuras. Sabe-se que uma das várias preocupações que afetam as grandes empresas atualmente é o comportamento ambiental, or se tratar de um fator diretamente ligado à qualidade de vida da população, bem como o desenvolvimento sustentável. Esta crescente preocupação levou as empresas a integrar o controle ambiental em sua gestão administrativa.

A proteção ambiental está cada vez mais incorporada na estrutura da organização, interferindo diretamente nas estratégias e planejamentos da empresa, principalmente aquelas que oferecem maior risco ao meio ambiente. Com isso, a preocupação com o meio ambiente vem se tornando uma atividade relevante na organização da empresa, seja nas suas ormas, produto ao consumidor, serviços oferecidos e as políticas organizacionais. A preocupação com o meio ambiente vem sendo fator decisivo na permanência das empresas no mercado competitivo.

Por fim, a questão ambiental deixou de ser apenas uma política de proteção para se tornar um valor da empresa, sendo uma das metas que a empresa deve perseguir para obter sucesso no mercado em que atua. referencial teórico 30F 10 de uma produção de uma forma sustentável, estão levando as empresas a adotarem sistemas de gestão ambiental (SGA). Muitas delas estão trabalhando com o conceito de excelência mbiental, que procura avaliar as empresas nao só pelos processos produtivos e financeiros, mas, também, pelo desempenho com relação ao meio ambiente (BARBIERI 2004).

A minimização dos riscos ambientais exige das organizações uma nova postura, novas atitudes de seus executivos, que devem considerar o meio ambiente em suas tomadas de decisões, bem como na elaboração das estratégias de crescimento e aumento da produtividade. Algumas ferramentas da qualidade podem ser empregadas em diversas situações e modos variados, conforme a necessidade da empresa, desenvolvendo processos e métodos de trabalho.

Algumas das ferramentas estruturais de qualidade, que são utilizadas para identificar e diagnosticar problemas, apontando as causas, efeitos e conseqüências de cada atividade e se foi útil no mapeamento dos processos e dos riscos ambientais. 1 Ferramentas estruturais de qualidade Com o avanço da tecnologia, com a globalização e o aumento das exigências do mercado, as empresas passaram a buscar a qualidade como um diferencial em seus produtos e serviços (BARBIERI, 2004).

Melhorar os produtos e a qualidade dos serviços passou a ser um fator determinante para manutenção e obtenção de novos clientes. or isso, as empresas investem em qualidade e melhoramento dos processos e produtos. Para que haja um melhoramento dos processos é fundamental que sejam aplicadas técnicas de controle da qualidade para obtenção dos resultados. Por meio dessas técnicas é possível control s produtivos, prevenir os 4 10 resultados. Por meio dessas técnicas é possível controlar os processos produtivos, prevenir os defeitos e solucionar os problemas.

O controle da qualidade é um sistema que coordena esforços na busca do desenvolvimento, manutenção e melhoramento da qualidade nos serviços e produtos oferecidos o consumidor (MAXIMIANO, 2000). para que exista o controle da qualidade é preciso à aplicação das ferramentas estruturais da qualidade, que são capazes de identificar causas, propor ações e analisar os processos de aprimoramento da qualidade e é sobre esse enfoque que as ferramentas serão utilizadas neste trabalho acadêmico.

Abaixo, identifico algumas ferramentas que serão utilizadas no presente trabalho, cujo objetivo é auxiliar o SGA a fluir da melhor maneira possível sempre buscando atender os requisitos para a Certificação Ambiental. 2 diagrama de causa e efeito ou diagrama de ishikawa ? um gráfico que mostra, de forma ordenada, as causas e efeitos que contribuem para um determinado resultado. Em EME (1996) este gráfico permite uma rápida visualização das causas relacionadas com o problema, ou seja, os efeitos. Já para Maximiano (2000, p. 61), “o objetivo do diagrama é organizar o raciocínio e a discussão sobre as causas de um problema prioritário”. Para Brassard (2004 p 28), “o diagrama de causa e efeito foi desenvolvido para representar a relação ente o efeito todas as possibilidades de causa”. A estrutura do dia 0 da da seguinte forma: agrupadas nos quadros laterais. Dentro de cada categoria principal são relacionadas às causas especificas. O diagrama de causa e efeito é utilizado para demonstrar todas as causas de um problema, determinando causas específicas que resultam em um efeito. fluxograma Todo e qualquer processo tem um fluxo das operações de entrada, processamento e saída e, por meio do gráfico do fluxograma, é possível identificar falhas que podem se tornar fontes de problemas. Um fluxograma é um gráfico que demonstra de forma completa uma análise continua de um processo, seja de produtos ou serviços, segundo apresentado por Cury (2000). Já ara Brassard (2004), é uma ferramenta que expressa as várias etapas de em processo, permitindo uma visão holística de todo o processo produtivo ou administrativo no qual ele seja aplicado.

Segundo Ascensão (2001, p. 1 10), “fluxograma é um técnica de representação gráfica que se utiliza de símbolos previamente convencionados, permitindo a descrição clara e precisa do fluxo ou sequência de um processo, bem como sua análise e redesenho”. Por meio do fluxograma é possível apresentar o real funcionamento de todos os componentes de um método ou processo administrativo, possibilitando uma visualização ntegrada dos processos e uma análise simples ou profunda de qualquer método administrativo. para Rebouças (2005, p. 55), “o fluxograma possibilita a identificação mais fácil e rá ida dos ontos fortes e fracos do método administrativo”. 6 0 conforme os manuais e procedimentos da organização. Portanto, é uma fotografia exata de uma situação real em foco. objetivos 1 geral Este pré-projeto tem como objetivo identificar os impactos ambientais no processo de preparação de sucata de ferro e aço e implantar as ferramentas da qualidade como apoio ao sistema de gestão ambiental que será implantado na empresa e modo que se faça a fazer parte do dia a dia da empresa a gestão dos resíduos gerados e a consciência ambiental. específico • Levantar os processos existentes na retirada da sucata junto ao fornecedor, no tombamento da sucata no pátio da empresa, no carregamento, na entrega e na descarga do produto para o cliente; • Identificar e classificar os riscos ambientais envolvidos no processo; • Avaliar os processos e as ações preventivas e corretivas que são utilizadas no controle dos riscos ambientais; • Analisar como a empresa acompanha o processo de produção e comercialização de seus produtos sob a perspectiva e respeito ao meio ambiente. ?? Conscientizar a alta Direção, seus Colaboradores e familiares, que é possivel gerar renda e empregos de uma forma sustentável sem causar danos e impactos ao meio ambiente. metodologia 0 como depósito das sucatas de ferro e aço possui aproximadamente 11. 000m2, sendo que apenas 20% dessa área é coberta. O escritório tem 2 andares, sendo na parte de baixo o estacionamento para carros e o refeitório e na parte superior a área administrativa. 2 coleta de dados A metodologia utilizada, foi baseado na classificação abordada individuo a indivíduo.

Trata-se de uma pesquisa aplicada, metodológica e campo. Aplicada porque procura resolver ou amenizar os impactos ambientais nas atividades de preparação da sucata, aplicando os estudos no dia a dia da empresa. Metodológica, porque foi utilizada no estudo dos procedimentos e rotinas de trabalho da organização, aplicando as ferramentas da qualidade total para avaliar e classificar os riscos ambientais existentes na empresa. E pesquisa de campo, porque foi feito uma investigação nos locais onde o risco ambiental ocorre.

Nesse pré-projeto, os dados serão coletados com a Diretoria, com a cúpula da alta administração que são formados por: (03 colaboradores) Encarregado de Recursos Humanos, Gerente Administrativo que também exerce a função do gestor do SGA e Gerente Comercial, com o Encarregado de Pátio que representa todos os colaboradores da Produção e com o Encarregado de Expedição que gerencia os motoristas. Todos os integrantes aqui citados conhecem e participam da atividade da organização. análise de dados 80F 10 processos existentes na empresa, observará o cumprimento e a execução das atividades desenvolvidas para classificar e analisar s políticas existentes da organização, bem como mostrar o gerenciamento das operações existentes. O método quantitativo é muito utilizado em pesquisas onde se procura descobrir e classificar a relação entre variáveis, assim como na investigação da relação de causalidade entre os fenômenos: causa e efeito (OLIVEIRA, 2005).

As principais técnicas de coleta de dados são a entrevista, o questionário, os testes e a observação. Já na abordagem qualitativa, a coleta de dados é apropriada para a avaliação formativa dos dados quando se trata de melhorar a efetividade de um programa. Segundo Oliveira (2005, p. 1 17), “tem como objetivo situações complexas ou estritamente particulares”.

Os estudos apresentados poderão descrever detalhadamente, por meio das ferramentas da qualidade, os processos existentes nas atividades da empresa, analisando a relação de riscos e impactos ambientais pertinentes ao tipo de atividade da organização, procurando melhorar o desempenho da empresa quanto à degradação ambiental a qual ela está exposta e envolvendo o comitê de segurança local na discussão do tema.

As pesquisas de caráter qualitativo possuem a facilidade e poder descrever a complexidade de uma determinada hipótese ou problema, analisando a interação de certas variáveis, compreendendo e classificando processos dinâmicos, apresentando contribuições no processo de mudança, criando ou formando opiniões de determinados grupos e permitindo um maior grau de profundidade.

A análise dos dados se dará por meio das ferramentas da qualidade total aplicada e dos conteúdos apresentado dos dados se dará por meio das ferramentas da qualidade total aplicada e dos conteúdos apresentados, observando detalhadamente os fatores que geram risco ao meio ambiente e s processos existentes em cada rotina de trabalho, fazendo uma correlação dos dados apresentados e das ferramentas aplicadas. ronograma de execução IN0W10 Vez/10 Jan/11 ‘Mar/11 Abr/11 IMai/11 11 | ul/ll Levantamento Bibliográfico IX IX IX IX X X I I Entrega do Projeto TCC IX I I Inicio dos Trabalhos I Ixll IPesquisa de campo I IX IX XIX I I Implantação das Ferramentas I I X lx IX I ‘Entrega do Relatorio TCC referências ABNT. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 14001 :2008. Sistemas de gestão ambiental – Especificações e diretrizes para uso. Rio de Janeiro: ABNT, 2008 ASCENSÃO, Luiz Carlos M. de.

Organização, sistemas e métodos: análise, redesenho e informatização de processos administrativos. São Paulo: Atlas, 2001. BARBIERI, José Carlos. Gestão ambiental empresarial: conceitos, modelos e instrumentos. São Paulo: Saraiva, 2004. BRASSARD, Michael. Qualidade: ferramentas para uma melhoria contínua. Tradução proqual consultoria e assessoria empresarial. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2004. CURY, Antonio. Organização & métodos: uma visão holística: perspectiva comportamental & abordagem contingencial. São Paulo: Atlas, 2000. 0 DF 10

Plano estratégico de logística

0

10 INTRODUÇAO A finalidade deste Projeto é mostrar uma empresa que se originou a partir da necessidade da Transportadora Bertolini

Read More

Gestao empresarial

0

TEORIA X PRÁTICA – GESTÃO EMPRESARIAL Teoria x Pratica – Gestão Empresarial. Quando discutimos alguns temas centrais de uma boa

Read More