Filosofia

Categories: Trabalhos

0

HISTORIA * As 13 colônias inglesas na América do Norte Quando a Inglaterra se lançou à conquista colonial, no inicio do século XVII, o território da América tropical já estava sendo explorado por portugueses e principalmente espanhóis. As primeiras tentativas ocorreram entre 1 584 e 1 587, quando foram enviadas três expedições colonizadoras inglesas à América do Norte, sob comando de sir Walter Raleigh, resultando em grande fracasso, devido à violência dos povos nativos.

As 13 colônias inglesas Essas colônias, situadas ao sul do território inglês da América do Norte, tem sido c emelhantes ao estil espanholas, no senti regime de plantation. A colonização dos ter OF6 da Swipe nentp exploração, nias portuguesas e economicamente no nha características bastante diferentes, nessa região concentravam-se os colonos vitimados pela perseguição religiosa Nas décadas seguintes, novas colônias próximas a essas foram sendo fundadas, caracterizadas pela pequena e media propriedade e produção para subsistência da comunidade de colonos e para o mercado interno, distinguindo-se daquelas mais ao sul. ? importante observar que tanto na América ibérica como na América Inglesa existiram iniciativas de formação de núcleos de povoamento e também atividades em que se utilizava mão-de- obra escrava. De fato, a grande diferença entre ingleses e ibéricos em seus dom Swipe to next dominios americanos centrou-se na forma como as Coroas metropolitanas se impuseram no processo de colonização. Na verdade, já existia uma certa autonomia econômica e política, pelo menos entre as colônias da Nova Inglaterra.

Nesse momento, buscou-se uma redefinição do papel das colônias, sujeitando-as a uma política fiscal inglesa e impondo o fim de uas liberdades comerciais e políticas. O ILUMINISMO * A emergência do iluminismo A partir do final do século XVIII, a burguesia foi se equipando com armas teóricas que serviriam para questionar o poder dos reis absolutistas,justificar a revolução e criar uma nova ordem política. Iluminismo e o nome que se dá à ideologia que foi sendo desenvolvida e incorporada pela burguesia com base nas lutas revolucionarias do final do século XVIII.

René Descartes que lançou as bases do racionalismo como a única fonte de conhecimento. Ele convenceu-se de que a unia erdade possível era sua capacidade de duvidar reflexo da sua capacidade de pensar. Sua teoria passou a ser resumida na frase ‘Penso, logo existo’. Ele também era deísta. Isaac Newton interpretava as leis da natureza e as expressava de forma matemática, sugerindo a possibilidade de que houvesse também leis que governassem a sociedade. As bases da investigação das leis da sociedade, sendo, por isso, considerado o responsável pelos princípios da filosofia política iluminista.

Para garantir que todos os indivíduos usufruíssem seus direitos, os homens criaram os governos. Por meio do consentimento da maioria, o g usufruíssem seus direitos, os homens criaram os governos. por meio do consentimento da maioria, o governante recebia autoridade e o dever de garantir os direitos das pessoas. Seria um contrato entre governante e governado, a principio como também havia proposto Hobbes. * “O Século das Luzes” Um dos maiores nomes do Iluminismo foi o do francês Voltaire, que criticava ferozmente a Igreja e o clero, sendo, contudo deísta.

Ele acreditava ser a livre expressão um dos direitos naturais do homem, condenando firmemente a censura. Durante sua vida, Voltaire buscou aproximar-se de vários monarcas absolutistas europeus, sugerido reformas como conselheiro. O movimento reformista inspirado em suas idéias recebeu o nome de despotismo esclarecido. O barão de Montesquieu, foi o autor de O Escrito das Leis, obra na qual propunha a divisão dos poderes em três instancias: executivo, legislativo e judiciário.

Dessa forma o governante seria um simples executor da vontade da sociedade, conforme as leis redigidas por um corpo de legisladores e julgada pelos tribunais, o que limitaria o poder absolutista dos reis. Constituição de um estado. Rousseau foi grande defensor da democracia, mas entendida como expressão da vontade geral da população de uma nação. – os economistas do iluminismo A fisiocracia, cujos princípios estiveram em voga no final do século XVIII, e o liberalismo, que logo passou a ser aceito universamente como a ‘verdade’ econômica.

Acreditavam ser a terra- e não o acumulo de matérias preciosos a única f 3 economica. – a única fonte de riqueza, sendo o comercio e a atividade manufatureira apenas meios de transformar ou fazer circular essa riqueza. O britânico Adam Smith condenava o mercantilismo, afirmando er o trabalho a única fonte de riqueza, e não o comercio. Acreditava que a maior produtividade do trabalho era o meio pelo qual os Estados enriqueceriam, o que séria possível pelo racionalismo.

Suas idéias caracterizavam o liberalismo econômico, a cartilha do capitalismo liberal. O PROCESSO DE INDEPENDÊNCIA DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA * A queda do Antigo Regime e a era das revoluções A queda do Antigo Regime pode ser caracterizado pelo colapso do Estado moderno absolutista e sua substituição por um novo tipo de Estado. A independência dos Estado Unidos, marco do inicio a derrocado do Antigo Regime, foi influenciada pela difusão das idéias iluministas. A luta pela independência A expansão econômica do norte chegou a representar concorrência com a Inglaterra: o comercio de longa distancia realizado das 13 colônias atingiu o Caribe , a África e a própria Europa. A guerra dos Sete anos contra a França acelerou o processo, ao desequilibrar as finanças do Estado inglês. Na medida em que o conflito se desenrolou parcialmente em território norte-americano: a Inglaterra pôde argumentar ter sido uma guerra em defesa da América inglesa contra as agressões rancesas.

Em 1764, a Inglaterra lançou o Suga Act, taxando todos os carregamentos agressões francesas. carregamentos de açúcar que não fossem provenientes das Antilhas inglesas. Determinou a Stamp Act segundo o qual todo material impresso publicado nas colônias deveria receber um selo vendido pela metrópole. Mas os colonos reuniram-se em Nova York, no Congresso da Lei do Selo, rejeitando o novo imposto e repudiando qualquer relação, inclusive comercial, com a metrópole, pelo menos enquanto os habitantes das 13 colônias não tivessem uma representação no Parlamento inglês.

Na critica à política colonial inglesa, cada vez mais violenta, destacou—se William Pitt, primeiro ministro inglês, durante a Guerra dos Sete Anos. Em 1766, a lei do Selo foi revogada. As novas taxações deflagraram a oposição dos colonos, como acontecia a cada nova medida fiscal. Os estabelecimento de um regime de monopólio provocou, mais uma vez, violenta reação contra a metrópole. Em dezembro colonos atacaram e ocuparam três navios ingleses no porto de Boston, jogando ao mar sua valiosa carga de chá. A reação inglesa não tardou. Impostas logo a seguir, as Leis

Intoleráveis determinavam o fechamento do importante porto de Boston, o pagamento de pesada indenizaçào, a ocupação militar da colônia de Massachussetts e o julgamento de funcionários ingleses somente por tribunais de outra colônia ou na Inglaterra. No primeiro congresso continental da Filadélfia, decidiram pelo boicote aos produtos metropolitanos. No ano seguinte, no segundo congresso, determinaram a separ S segundo congresso, determinaram a separação em relação a Inglaterra. Em 4 de julho de 1776, foi publicada a declaração de independência dos Estados Unidos da América.

George Washington foi encarregado de preparar um exercito para garantir a independência diante da reação metropolitana. Após a vitória na batalha de Saratoga, sob liderança de Washington, os norte-americanos obtiveram o apoio decisivo da Espanha e da França, uma vez que os franceses estavam interessados em debilitar a Inglaterra e recuperar as perdas sofridas na Guerra dos Sete Anos. Em 1781, Inglaterra reconhecia a independência de suas 13 colônias. * A formação de um novo Estado Reuniu-se na Filadélfia novo congresso continental, para redigir a constituição do novo Estado independente.

A solução encontrada e incorporada na constituição de 1787 foi a criação dos Estados Unidos da América, uma republica federativa, ou seja, dotada de um poder central forte que atribuía relativa dose de autonomia aos estados membros. A participação da sociedade da nova republica ficava restrita aos comerciantes e latifundiários tradicionalmente brancos, ingleses ou descendentes. O processo de independência dos Estados Unidos, representou, portanto, um momento no qual propostas iluministas forneceram as justificativas teóricas para um movimento político concreto e as bases para a edificação de um novo tipo de Estado.

Automotivação

0

AUTOMOTIVAÇÃO O que seria automotivação? Como podemos a definir, conceituar, ou até mesmo explicar? Para explicar este tema complexo e

Read More

Material dourado de montessori

0

O Material Dourado Montessori (tópico 1) O Material Dourado Montessori destina-se a atividades que auxiliam o ensino e a aprendizagem

Read More