Gastos com a copa

Categories: Trabalhos

0

A copa mais cara da FIFA Brasil, o maior campeão de títulos da copa ganhará mais um título mundial. Nosso amado país penta campeão ganhará mais um titulo esse ano, mas esse não é para comemorar, e sim, se envergonhar. O Brasil terá a copa mais cara da historia com uma previsão de gasto de 22. 46 bilhões, de acordo com uma pesquisa da Ernest & Young com parceria da FGV.

Desse valor 29% serão gasto com mídia, 20,5% com estádios, 14% com parque hoteleiro, 12,6% com embelezamento e urbanismo, 7,6% com segurança, 1,4% com tecnologias da informação e com gastos diversos. O retorno previsto é copa e apenas 74% n enquanto na Aleman isso com ganhos rela já com o turismo a p país no torneio e em m no ora to view dia cada Swipe to vlew next page es 26% será até a do valor investido do valor investido, istas visite nosso cada um irá gastar R$ 12000, isso daria uma provisão de Retorno com turismo Rt = 1 2000. D de turistas que daria um valor de 7,2bi, tirando o valor gasto com o Parque hoteleiro, teríamos um retorno de 12000. n0 de turistas – 3,1651. Entre as cidades que receberão os maiores investimentos, Rio de janeiro São Paulo 6,5% cada uma dessa cidades em previsto um retorno de 4,5%,3,5% e 3,3% respectivamente. Mas você achou os números acima muito altos? ? porque ainda não foi mencionado o tempo que se espera para o valor gasto, somente nos estádios, seja retornado. De acordo com o Brunoro Sport Business o Mineirão será o que terá o retorno “mais rápido”, ou melhor, menos devagar, serão 18 anos para ter o valor investido retornado, já o estádio de Manaus levará 198 anos, são quase dois séculos para reaver o valor gasto no estádio. Com esses dados podemos verificar que teremos mais um título!

A visгo da arte

0

Globo. com • notнcias • esportes • entretenimento • vнdeos Parte superior do formulбrio FormulOrio de Buscabuscar [pic][pic][pic][pic][pic] Parte inferior

Read More

Ducati

0

1. Introdução: – Sumário – Descrição – importação e comercialização de motocicletas e adjacentes – Histórico – no mercado de

Read More