Governança corporativa na empresa

Categories: Trabalhos

0

GOVERNANÇA CORPORATIVA NA GESTAO DAS EMPRESAS Os grandes escândalos financeiros, envolvendo diversas corporações nos EUA que causaram prejuízos incomensuráveis ao mercado, despertaram a atenção da sociedade em geral para a relevância do estudo da governança corporativa. As soluções para o conflito de agência e o aprimoramento dos mecanismos de gestão estão no frente do debate sobre o tema. No Brasil, ainda predomina a gestão familiar que é pouco profissionalizada.

A governança corporativa está relacionada à gestão de uma rganização, sua relação com os acionistas (shareholders) e demais partes interessadas (stakeholders): clientes, funcionários, to nut page fornecedores, comun baseada em mecanis decorrente da assim entre as partes envol da expressão inglesa OF3 Swipe nentp la , essência está onfllto de agência, flito de interesses ça corporativa vem egundo a OCDE – Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico, a governança corporativa é definida como o conjunto de relações entre a administração de uma empresa, seu conselho e administração, seus acionistas e outras partes interessadas. Também proporciona a estrutura que define os objetivos da empresa, como atingi-los e a fiscalização do desempenho.

Assim, os mecanismos de governança visam diminuir os efeitos da assimetria informacional, atribuindo importância idêntica aos interesses de todas as partes da organ organização, consequentemente minimizando os problemas decorrentes do conflito de agência. Um sistema de governança corporativa possui dois objetivos essenciais: • Prover uma estrutura eficiente de incentivos para a dministração da empresa, visando a maximização de valor; • Estabelecer responsabilidades e outros tipos de salva-guardas para evitar que os gestores (insiders) promovam qualquer tipo de expropriação de valor em detrimento aos acionistas (shareholders) e demais partes interessadas (stakeholders). Os mecanismos de governança corporativa vêm evoluindo gradativamente no país.

Esse movimento é muito importante para a consolidação de um ambiente de mais proteção aos acionistas investidores e maiores incentivo às empresas na busca de recursos no mercado de capitais. O principal objetivo do Novo Mercado é, através de melhores práticas de governança corporativa e de transparência, garantir um ambiente mais confiável para a negociação de ações. Dessa forma, os investidores estariam mais seguros para investir seus recursos no mercado acionário e, por outro lado, as empresas obteriam uma melhor precificaçáo e uma maior demanda por suas ações. O modelo empresarial brasileiro encontra-se em um momento de transição.

De oligopólios, empresas de controle e administração exclusivamente familiar e controle acionário definido e altamente oncentrado, com acionistas minoritários passivos e Conselhos de Administração sem poder de decisão, caminhamos para uma nova estrutura de empresa, marcada pela participação de investidores institucionais, fragment estrutura de empresa, marcada pela participação de investidores institucionais, fragmentação do controle acionário e pelo foco na eficiência econômica e transparência de gestão. A boa Governança Corporativa contribui para um desenvolvimento econômico sustentável, proporcionando melhorias no desempenho das empresas, além de maior acesso a fontes xternas de capital. Por estes motivos, torna-se tão importante ter conselheiros qualificados e sistemas de Governança Corporativa de qualidade.

Evitando-se assim diversos fracassos empresariais decorrentes de: Abusos de poder Do acionista controlador sobre minoritários, da diretoria sobre o acionista e dos administradores sobre terceiros; Erros estratégicos – Resultado de muito poder concentrado no executivo principal; Fraudes – Uso de informação privilegiada em beneficio próprio, atuação em conflito de interesses. Assim, embora a Governança Corporativa possa ter nascido caminhe para a sua consolidação voltada para empresas de capital aberto, ela pode e deve ser vista como importante Instrumento de gestão das organizações em geral, sejam elas públicas ou privadas, deste ou daquele segmento da economia, pequenas ou grandes. Uma gestão de sucesso passa pela compreensão da importância das relações entre os acionistas, administradores, auditores externos, minoritários, conselhos fiscais e os stakeholders (empregados, credores e clientes) e, também, pelo entendimento da forma como essas relações são conduzidas. 3

Planilha de estudos

0

4a semana segunda 08/08/11 Leis ponderais, massa atômica, molecular e mol Lavolsier (conservação das massas): Num sistema fechado, a massa

Read More

Comissão de controle de infecção hospitalar (ccih)

0

Introdução Segundo a Portaria do Ministério da Saúde n. 261 6, de 1998, todos os hospitais devem possuir uma Comissão

Read More