História da arte

Categories: Trabalhos

0

DESENVOLVIMENTO Neandertal Era uma espécie do gênero Homo neanderthalensis, que habitou a Europa e alguns lugares do oeste da Asia acerca de 230. 000 a aproximadamente 29. 000 anos atrás. Os Neandertais eram adaptados ao frio, seus cérebros eram aproximadamente 10% maiores em volume que os dos humanos modernos. Na média, os Neandertais tinham cerca de 1,65 m de altura e eram muito musculosos. Seu estilo característico de fabricação de ferramentas de pedra é chamado de cultura musteriense.

São características fis Crânio OF9 p – Fossa suprain(aca, um canal sobre a protuberância occipital xterna do crânio – Protuberância ocip’tal – Meio da face projetado para frente – Crânio alongado para trás – Toro supraorbital proeminente, formando um arco sobre as orbitas oculares – Capacidade encefálica entre 1200 e 1700 cm3 (levemente maior que a dos humanos modernos) – Ausência de queixo – Testa baixa, quase ausente – Espaço atrás dos molares – Abertura nasal ampla – Protuberâncias ósseas nos lados da abertura nasal – Forma diferente dos ossos do labirinto no ouvido -lal Studia seu ambiente e a observar cuidadosamente seus detalhes físicos. Em outras palavras, o trabalho deles pode ser tanto imbólico quanto figurativo.

Trabalhando à luz de lamparinas, nas profundezas dos sistemas de cavernas, eles pintam símbolos misteriosos e também Imagens naturalistas de um cenário que inclui mamutes, renas, bisões e outros animais que encontram diariamente. De fato, talvez eles acreditem na pintura de animais como uma espécie de magia para aumentar a probabilidade de uma caça bem-sucedida, possivelmente porque o gélido clima está tornando a vida cada vez mais difícil para os habitantes da cavernas. Luz e Cor A decoração de cavernas começou a ser feita regularmente há uns 10 mil anos. Entre os pigmentos disponíveis para os artistas das cavernas estão o amarelo, o vermelho e o preto, fabricados de minérios como hematita em pó, fosfato de cálcio e dióxido de manganês, alguns deles recolhidos a distâncias de até 50 quilômetros das cavernas.

Grandes animais de caça, como mamutes lanosos, cavalos, bisões, veados e bois selvagens constituem os temas habituais desses pintores, embora leões e até peixes também, às vezes, sejam retratados. Embora os artistas mostram-se capazes de pintar, entalhar e mesmo esculpir figuras humanas e de animais, imagens de pessoas são notavelmente raras. Quando existem, são quase sempre mulheres. Estatuetas São particulamente comuns certas estatuetas de osso ou de marfim, conhecidas pelo nome genérico de Vênus, porque se supõe que possam ser símbolos de fertilidade. Frequentemente desprovidas de rostos, elas constituem representações estilizada de fertilidade. Frequentemente desprovidas de rostos, elas constituem representações estilizadas da forma feminina, com seios e nádegas extremamente exagerados.

Pré-História – Características e Divisões É o período compreendido entre o aparecimento do homem sobre a Terra (há aproximadamente 5 milhões de anos) e o urgimento da escrita, por volta do ano 4000 a. C. , quando, a partir daí, teve início a História. Todos os seres humanos descendem do mesmo ancestral comum, o hominídeo, cujos fósseis mais antigos foram localizados no continente africano. As primeiras espécies encontradas foram o Australopithecus e o Homo habilis. O Australopithecus possuía uma arcada dentária e um esqueleto idênticos aos do homem atual. Além disso já andavam sobre dois pés e possuía um cérebro pequeno.

Já o Homo habilis foi o primeiro a fabricar e utilizar instrumentos para diversos fins, além de jpa ter dominio sobre o fogo. Parece ter sido o Homo erectus a última escala evolutiva até o homem atual. Foi ele quem primeiro abandonou a África, com seu nomadismo, espalhando-se pelo mundo. Antes de chegar ? espécie atual, o Homo sapiens, o homem passou por uma série de transformações, conforme atestam os fósseis encontrados do Neanderthal, na Alemanha, e do Cro-Magnon, na França. Períodos da Pré-História A Pré-História pode ser dividida em três períodos: o Paleolítico, ou Idade da Pedra Lascada, o Neolítivo, ou Idade da Pedra Polida e a Idade dos Metais: Paleolítico – é caracterizado pelo uso de utensílios elaborados partir da pedra lascada.

Nesse momento, o ser humano era nômade, subsistindo a partir da coleta 3 nômade, subsistindo a partir da coleta, da caça e da pesca. Constituía comunidades onde predominava a propriedade coletiva dos meios de produção. Neolítico – é marcado pelo processo de sedentarização da espécie humana. A partir do domínio spbre técnicas agrícolas e da criação de animais, formaram-se os primeiros núcleos urbanos e deu-se a organização das tribos, que correspondem a formações sociais mais complexas. Idade dos Metais – foi o momento em que o ser humano, perfeiçoando técnicas de metalurgia, conseguiu elaborar instrumentos de trabalho e armas. Com isso, alguns grupos passaram a deter a hegemonia sobre outros e as sociedades dividiram-se em classes sociais.

A transição da pré-história para História deu origem a duas grandes estruturas da Antiguidade: as civilizações de servidão coletiva e as escravistas. A Arte na Pré-história Consideramos como arte pré-histórica todas as manifestações que se desenvolveram antes do surgimento das primeiras civilizações e portanto antes da escrita. No entanto isso pressupõe uma grande variedade de produção, por povos iferentes, em locais diferentes, mas com algumas características comuns. A primeira caracteristica é o pragmatismo, ou seja, a arte produzida possuía uma utilidade, material, cotidiana ou mágico- religiosa: ferramentas, armas ou figuras que envolvem situações específicas, como a caça.

Cabe lembrar que as cenas de caça representadas em cavernas não descreviam uma situação vivida pelo grupo, mas possuía um caráter magico, preparando o grupo para essa tarefa que lhes garant 4DF9 vivida pelo grupo, mas possuía um caráter mágico, preparando o grupo para essa tarefa que lhes garantiria a sobrevivência. As manifestações art[sticas mais antigas foram encontradas na Europa, em especial na Espanha, sul da França e sul da Itália e datam de aproximadamente de 25000a. C_, portanto no período paleolítico. Na França encontramos o maior número de obras pré históricas e até hoje em bom estado de conservação, como as cavernas de Altamira, Lascaux e Castilho Arquitetura Os grupos pré-históricos eram nômades e se deslocavam de acordo com a necessidade de obter alimentos.

Durante o período neolítico essa situação sofreu mudanças, desenvolveram-se as primeiras formas de agricultura e consequentemente o grupo umano passou a se fixar por mais tempo em uma mesma região, mas ainda utilizavam-se de abrigos naturais ou fabricados com fibras vegetais ao mesmo tempo em que passaram a construir monumentos de pedras colossais, que serviam de câmaras mortuárias ou de templos. Raras as construções que serviam de hab•tação. Essa pedras pesavam mais de três toneladas, fato que requeria o trabalho de muitos homens e o conhecimento da alavanca. Esses monumentos de pedras foram denominados “megalíticos” e podem ser classificados de: dólmens, galerias cobertas que possibilitavam o acesso a uma tumba; menires, que são grandes edras cravadas no chão de forma vertical; e os cromlech, que são menires e dólmens organizados em círculo, sendo o mais famoso o de Stonehenge, na Inglaterra.

Também encontramos importantes monumentos megalíticos na Ilha de Malta e Carnac na França, todos eles com fun S importantes monumentos megalíticos na Ilha de Malta e Carnac na França, todos eles com funções ritualisticas. Escultura A escultura foi responsável pela elaboração tanto de objetos religiosos quanto de utensílios domésticos, onde encontramos a temática predominante em toda a arte do período, animais e iguras humanas, principalmente figuras femininas, conhecidas como Vênus, caracterizadas pelos grandes seios e ancas largas, são associadas ao culto da fertilidade; Entre as mais famosas estão a Vênus de Lespugne, encontrada na França, e a Vênus de Willendorf, encontrada na Áustria foram criadas principalmente em pedras calcárias, utilizando-se ferramentas de pedra pontiaguda.

Durante o período neolítico europeu (5000aC – 3000dC) os grupos humanos já dominavam o fogo e passou a produção de peças de cerâmica, normalmente vasos, decorados com motivos geométricos em sua superfície; somente a idade do bronze a produção da cerâmica alcançou grande desenvolvimento, devido a utilização na armazenagem de água e alimentos Pintura As principais manifestações da pintura pré-histórica são encontradas no interior de cavernas, em paredes de pedra e a princípio retratavam cenas envolvendo principalmente animais, homens e mulheres e caçadas, existindo ainda a pintura de símbolos, com significado ainda desconhecido. Essa fase inicial é marcada pela utilização predominantemente do preto e do vermelho e é considerada portanto como naturalista. No período neolítico a pintura é utilizada como elemento ecorativo e retratando as cenas do cotidiano. A qualidade das obras é superior, mostrando um maior grau decorativo e retratando as cenas do cotidiano.

A qualidade das obras é superior, mostrando um maior grau de abstração e a utilização de outros instrumentos que não as mãos, como espátulas. Por volta de 2000aC as características da pintura a apresentavam um nível próximo à de formas escritas, preservando porém seu caráter mágico ou religiosos, celebrando a fecundidade ou os objetos de adoração (totens). Artesãos fazem ferramentas de cobre (c. 5. 000 a. C. – Oriente Médio) As comunidades estão produzindo mais ferramentas e armas de cobre, graças a um novo e engenhoso processo que permite extraí-lo de rochas incandescentes contendo minérios do metal. Ritos Fúnebres Na gruta de Shanidar, no Iraque, um homem é enterrado em meio a coroas de flores de cores vivas e doces aromas.

Na França, um jovem desce à cova com ferramentas de pedra e ossos de animal espalhados em torno dele. Num abrigo rochoso em La Ferrassie, na França, um homem, uma mulher, duas crianças e um recém-nascido são enterrados em um pequeno cemitério. Na Ásia Central, uma criança é enterrada com um anel e chifres de cabra montado na terra em torno de sua cabeça. Não se sabe se esses enterros são de membros especialmente importantes das comunidades, mas um fato tem sido notado: os homens são geralmente sepultados com alimentos, ferramentas ou outros Itens, enquanto as mulheres não parecem conseguir semelhante tratamento. Menos Respeito Nem todas as comunidades Neandertal mostram tanto respeito pelos mortos.

Em Krapina, no norte da luguslávia, ossos humanos esmagados foram atirados à terra juntamente com ossos de a uguslávia, ossos humanos esmagados foram atirados à terra untamente com ossos de animais, sem nehuma tentativa de enterrá-los, e alguns mostram marcas de cortes. Suspeita-se de canibalismo, mas nao há nehuma certeza disso. Idade dos Metais Por volta do ano 6000 a. C. , o homem obteve uma importante conquista: descobriu que era possível fazer objetos de metais. O primeiro metal trabalhado por ele foi o cobre. Posteriormente, por meio da fusão, misturou cobre com estanho e obteve um metal mais resistente, passou a produzir armas mais poderosas e ferramentas mais eficientes. por volta de 1 500 a. C. , conseguiu utilizar o ferro. O uso dos metais, nesse período, foi o principal fator para o perfeiçoamento dos instrumentos e das técnicas usadas na guerra, na caça e na agricultura.

Os vestígios metalúrgicos mais antigos foram encontrados no Irã, na Turquia e no Líbano. Com a agricultura, a criação de animais, o desenvolvimento da cerâmica, da tecelagem e o uso de metais, surgiram os trabalhadores especialistas, o tecelão e o ferreiro. Ao mesmo tempo, o desenvolvimento dessas atividades levou ao surgimento das primeiras povoações, com a formação de pequenas vilas e cidades. Como resultado dessas conquistas os homens passaram a produzir mais do que necessitavam para seu ropno consumo. Assim, começaram as disputas para ver quem ficava com esse excedente. Os vencedores enriqueciam ao se apropriar das terras e dos bens dos vencidos, que ficavam mais pobres.

Acredita-se que o trabalho especializado, as cidades, a propriedade privada, a desigualdade social, o Estado e a escrita surgiram p 8 cidades, a propriedade privada, a desigualdade social, o Estado e a escrita surgiram primeiramente na Mesopotâmia e no Egito. Pinturas nas cavernas Nas cavernas, artistas retratam a vida (c. 20. 000 a. C. – Europa): Foi provavelmente antes da atual glaciação que as pessoas omeçaram a fazer representações artificiais do mundo em que viviam. Mas as primeiras tradições artísticas surgiram somente ao longo dos últimos 20 mil anos. Agora, aspectos essenciais da vida são retratados com uma habilidade e um realismo antes desconhecidos. ANÁLISE [pic] Titulo: El Toro LOCO Autor: Um cara que viveu há muito tempo, e já morreu faz tempo que só.

Data: Arte rupestre, pintura rupestre ou ainda gravura rupestre, é o nome que se dá às mais antigas representações pictóricas conhecidas, as mais antigas datadas do período Paleolitico Superior (40. 000 a. C. gravadas em abrigos ou cavernas, em suas paredes e tetos rochosos, ou também em superfícies rochosas ao ar livre, mas em lugares protegidos, normalmente datando de épocas pré-históricas. Característica: As pinturas geralmente representavam figuras de animais como cavalos, mamutes e bisontes e figuras humanas onde representavam à caça, danças, rituais ou guerreiros. Material: As pinturas eram executadas a dedo, com o buril, com um pincel de pelo ou pena, ou ainda com almofadas feitas de musgo ou folhas. Eram utilizados materiais corantes minerais nas cores ocre-amarelo, ocre-v ero. Sempre utilizavam g

Glossário conceitos de psicánalise

0

GLOSSÁRIO — Conceitos psicanalíticos básicos Profa Mariana V. Ligo Guedes de Azevedo Teorias Psicodinâmicas II • INSTINTO = na teoria

Read More

Economia

0

Economia [picl Os economistas estudam as decisões de produção, troca e consumo, como aquelas que ocorrem num mercado tradicional. A

Read More