Inovaçoes do futuro

Categories: Trabalhos

0

Turbina eólica voadora vai buscar ventos nas alturas Uma empresa emergente acaba de demonstrar com sucesso que o seu projeto inovador de uma “pipa” geradora de energia funciona de verdade. A pipa, que mais se parece com um avião, foi projetada para voar ancorada por um cabo especial, formado externamente por fibras muito resistentes, para segurar a pipa eólica, e internamente por fios condutores, para trazer a energia gerada para baixo.

Conceitualmente, trata-se de uma turbina eólica voadora, com a mesma área útil- a ár ventos – que uma tur As vantagens signific , para aproveitar os r Swipe to page a pipa eólica ficará a uma altitude entre 250 e 600 metros, onde os ventos são mais fortes e mais consistentes em qualquer parte da Terra. A segunda é que sua parte avião garante um controle preciso das suas asas e fiaps, colocando-a em um vôo circular, o que significa que ela se adapta continuamente às variações do vento.

Apesar de corresponder a uma turbina eólica terrestre em termos de potência, as pás da turbina eólica voadora exigem apenas 10% do material em sua construção. [pic] pico de energia disponível,” garante o professor Paul Stewart, da Universidade de Lincoln, no Reino Unido, que liderou a pesquisa. Segundo os cálculos teóricos, um sistema de recuperação de energia integrado no trem de pouso de um avião pode ser capaz de fornecer toda a energia necessária para a rolagem de pista de volta para o terminal do aeroporto.

Atualmente, os aviões comerciais passam muito tempo no chão com os seus ruidosos motores a jato funcionando. No futuro, esta tecnologa poderá reduzlr significativamente essa necessidade. Reduzindo a necessidade de usar as turbinas quando o avião está o chão, isso economizaria combustível, reduziria as emissões de poluentes e reduziria a poluição sonora no entorno dos aeroportos. A eletricidade será armazenada em baterias e depois retornará aos mesmos motor-geradores, agora operando na função motor, para movimentar o avião no chão. picl Alguns dos desafios já estão sendo enfrentados pelos projetistas dos primeiros aviões totalmente elétricos. Energia elétrica Wi fi eficiência. Qualquer aparelho que possua uma antena — como rádios, antenas parabólicas, telefones celulares e outras engenhocas — ecebe uma quantidade de energia, interpreta-a e transforma em dados que você visualiza na tela do monitor, televisão, etc. A transmissão de energia elétrica será muito semelhante, então imagine que daqui a pouco tempo, seu celular não precisará de bateria enquanto estiver ao alcance de uma antena.

Outras maravilhas serão possíveis com a tecnologia. Ampliação de redes de celulares pode ser feita sem novas antenas “Na cidade, através da combinação das funções, [as operadoras] podem dobrar a densidade das estações-base e, portanto, a capacidade das redes. A taxa de dados por área de superf(cie aumenta, e mais usuários são atendidos com o serviço sem que seja necessário instalar novas antenas. Finalmente, os usuários finais ganham com menores tempos de download e upload,” explica o pesquisador.

O aparente milagre é conseguido compartilhando, ou absorvendo reciprocamente, os picos de transmissão de dados de curto prazo: se uma rede está sobrecarregada, a operadora pode aumentar a sua largura de banda tomando emprestadas frequências de outro parceiro da rede. Como as frequências podem ser divididas dependendo não só a carga, mas também do canal se a recepção estiver ruim na própria rede, pode-se sim ar o espectro de um por meio de algoritmos inteligentes que controlam a atribuição de frequências de rádio de uma forma descentralizada.

Para que isso aconteça, determinadas informações, tais como a carga de tráfego, a qualidade do canal, e quais serviços estão sendo utilizados no momento, são compartilhadas continuamente entre as operadoras. Carros do futuro dlspensarão semáforos nos cruzamentos Os carros que andam sem motorista não são mais novidade. A Europa, por exemplo, pretende ter carros autônomos trafegando pelas ruas dentro de 10 anos. Por isso, aAlemanha já começou a testar seus carros inteligentes.

O pesquisador apresentou a primeira versão de um programa de código aberto capaz de coordenar automaticamente uma interseção viária, de múltiplas conversões, sem semáforos e sem exigir que os carros parem. O trânsito intenso no cruzamento mostrado nas simulações parece absolutamente caótico. A maioria dos motoristas, a bordo de carros guiados automaticamente rovavelmente vá preferir fechar os olhos nos cruza e os carros passam muito

Necrose

0

Universidade de São Paulo Faculdade de Saúde Pública VOLUME 32 NÚMERO 4 JUNHO 1998 p. 299-316 Revista de Saúde Pública

Read More

Modelo alteração contratual denominação e capital social

0

PRIMEIRA ALTERAÇÃO CONTRATUAL DE SOCIEDADE LTDA FULANO COMÉRCIO DE ARTIGOS ESPORTIVOS LTDA – EPP CNPJ OO. OOO. OOWOOOO-OO brasileiro, solteiro,

Read More