Medidas eletricas

Categories: Trabalhos

0

UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA UFV DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA I -I DEL I CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA I ELT 210 – Medidas Elétricas e Magnéticas Aula Prática 03 – Multímetro Analógico 1. Introdução Os multimetros são aparelhos que medem e avaliam grandezas elétricas. O modelo com mostrador digital funciona convertendo a corrente elétrica em sinais digitais através de circuitos denominados conversores analogo-digitais.

Esses circuitos comparam a corrent em incrementos fixo até que se igualem, q numeros ou transferi escalas divisoras de t OF4 nte interna gerada digitalmente é mostrado em r pessoal. Várias cia e outras são possiVeis. O mostrador análogo funciona com base no galvanômetro, instrumento composto basicamente por uma bobina elétrica montada em um anel em volta de um imã. O anel munido de eixo e ponteiro pode rotacionar sobre o ima. Uma pequena mola espiral como as dos relógios mantem o ponteiro no zero da escala.

Uma corrente elétrica passando pela bobina, cria um campo magnético oposto ao do imã promovendo o giro do conjunto. O ponteiro desloca-se sobre uma escala calibrada em tensão, corrente, resistencia etc. Uma pequena faixa espelhada ao longo da escala curva do mostrador, ajuda a evitar o erro de paralaxe, este Sv. ‘ipe to View next page este modelo de Multimetro é considerado um pouco mais frágil em relação ao Multímetro Digital por possuir uma calibração em sua agulha.

Nos dois modelos, um sistema de chave mecânica ou eletrônica divide o sinal de entrada de maneira a adequar a escala e o tipo de medição. Figura 1-MuItimetro analógio e digital Utilizado na bancada de trabalho (laboratório) ou em serviços de campo, incorpora diversos instrumentos de medidas elétricas um unico aparelho como voltímetro, amperímetro e ohmímetro por padrão e capac[metro, frequencímetro, termômetro entre outros, como opcionais conforme o fabricante do instrumento disponibilizar.

Tem ampla utilização entre os técnicos em eletrônica e eletrotécnica, pois são os instrumentos mais usados na pesquisa de defeitos em aparelhos eletro-eletrônlcos devido a sua simplicidade de uso e, normalmente, portabilidade. 2. Objetivo Verificação do efeito de carga do voltímetro analógico. 3. Materiais e Métodos 3. 1 Instrumentos utilizados

Nesta prática foram utilizados os seguintes equipamentos para montagem: 1 ) 1 Fonte OC; 2 ) 1 Multímetro digital e analógico; 3) 4 resistores: – 1 resistor de 56kn, – 1 resistor de 22kn; – 1 resistor de 560kC2; – 1 resistor de 1 MC); 4 ) 1 protoboard; 3. 2 Montagem e Utilização A montagem proposta pode ser vista na Figura A. Tem-se uma fonte de IOV e dois resistores Ro e RC. Estes resistores irão assumir, respectivamente, s, como para 0 10 caso os respectivamente, alguns valores, como para 0 1a caso os resistores de 560kQ e 1 MO, para 0 20 caso 56kC) e 22kQ e para o 0 caso e 1 MO.

Figura A – Circuito para montagem 3. 3 Procedimento – Monta-se o circuito no protoboard de acordo com a figura A com RO =560Kn e RC = 1 MO; – Regula-se a fonte de tensão para IOV; – Regula-se o multímetro digital para medir tensão; – Regula-se o “ajuste zero”; – Ajusta-se o calibre do multímetro analógico para IOV; – Após a montagem, mede-se com o multímetro digital e analógico os valores das tensões com os terminais nos pontos A e 3. Cálculos e Análises Os cálculos foram feitos a partir das equações citadas abaixo: vab=RCR0+RCIO Erro- XMedido-XCalculado IXCalculado xl RI=Calibre xRelação OV Req- RI . R2R1 +R2 , neste caso A primeira equação calcula a voltagem nos terminais A-B, para cada valor diferente associado de Ro e RC, temos um valor para o vab. A segunda equação nos ajuda a calcular o erro agregado a cada medição de voltagem em vab, pois o valor medido não se iguala, mas sim aproxima do valor calculado. 4.

Resultados A tabela abaixo está os val 3 os e medidos, iuntamente 6,41025 calibre | 20 calibre 10 | I Medida (V) 6,25 | Medida(V) 0,4 | Erro 2,49 Erro | 93,76 | 0- caso I RO = 56 = 22 K 2,82051 | calibre 20 calibre I 10 I Medida(V) 2,8 Medida(V) | 1,6 Erro 0,72 Erro | 43,27 | 30- caso I RO = 56 I Ml 9,4696 calibre 120 1 calibre I Medida(V) 9,42 | Medida(V) 2,6 | Erro 0,52 Erro | 72,54 | Tabela B – Valores encontrados e calculados Existe uma diferença grande entre os valores medidos nos terminais A-B pelos multímetros digital e analógico.

O multímetro digital permite uma maior aproximação dos valores calculados, os valores reais. Isso acontece porque, o multímetro analógico possui uma resistência interna (RI=20kQ) que é muito pequena se omparada com as resistências associadas a RC. O que acontece nesta situação é uma contagem equivocada. Se os resistor interno do multímetro tivesse uma resistência alta, a corrente que passaria no multímetro seria praticamente nula. . 1 Poss[veis fontes de erros Podemos considerar alguns pontos no circuito montado que podem explicar a margem de erro dos valores de vab. – O valor medido para a fonte de tensão é 9,9V; – Deve-se ressaltar a margem de erro de cada resistor; – A leitura do multímetro analógico é muito imprecisa; 5. conclusao 6. Referencias 4DF4

Matriz gut

0

Matriz GUT Matriz GUT (Gravidade, Urgência e Tendência), foi desenvolvida para priorizar problemas a serem tratados. Considerando a gravidade do

Read More

Sesamol

0

Física das Radiações Proteção do DNA e da membrana celular contra danos induzidos por Radiação e melhoria no reparo do

Read More