Organização de sistemas diferenciados

Categories: Trabalhos

0

ORGANIZAÇÃO DE SISTEMAS DIFERENCIADOS ONGS O presente trabalho tem como objetivo geral contribuir para o entendimento acerca da importância do terceiro setor para a sociedade e oferecer esclarecimentos acerca deste tema. Para tanto, elencamos os seguintes objetivos específicos: pesquisar acerca do surgimento do terceiro setor, principais conceitos envolvendo a temática das ONGs a nivel mundial; E estudar os principais elementos envolvendo os recursos financeiros, e sua correta destinação, a corrupção que ocorre nesse setor, a ajuda dos voluntários; Propor ações de responsabilidade social para empresas e para a sociedade.

Swipe to nex: page Devido a não eficiênc necessidades da pop suprir as necessidad carentes. Porém devi verbas que ocorrem ora S”ipe to view atender as reais etor buscando Imente à dos mais e o desvio de recebem apoio do governo, é de forte interesse analisar a importância do terceiro setor para a sociedade. O que fazer para captar recursos, conquistar voluntariados, destinar recursos de forma adequada e eficiente, além de manter uma boa administração e gerar serviços necessários e eficientes de caráter público, é um grande desafio enfrentado por todo o setor.

Entretanto, ter o apoio da sociedade encontrar voluntários para solucionar tal problemática são comumente vistas pelas pessoas como uma forma de corrupção passando despercebidas oportuni oportunidades que ações de responsabilidade social preocupadas com o meio ambiente e com a sociedade em geral poderiam refletir na imagem de sua empresa e das pessoas que nestas organizações realizam trabalham.

O Terceiro Setor (ONGs) é constituído por organizações sociais sem fins lucrativos e não governamentais que têm como objetivo gerar serviços de caráter publico, composta pela sociedade civil, criadas e mantidas com ênfase na participação voluntária, entro de um âmbito não governamental, praticando trabalho de caridade, filantropia, solidariedade, expandindo e conceito de cidadania e cuidado de problemas ligados a educação, a saúde, dentre outros.

As atividades realizadas pelo que hoje denomina-se Terceiro Setor, passaram a surgir no Brasil durante a Primeira Republicas, através de ações sociais voltadas a caridade e de caráter unicamente religioso por influencia da colonização portuguesa e o domínio da Igreja Católica, assim apenas igrejas, orfanatos, escolas religiosas e hospitais eram vistos como organizações sem ins lucrativos. Entre os anos 60 e 70, surgi à primeira lei brasileira que regulamentava as regras para a declaração de utilidade publica, assim sendo consolidavam-se novas ações sociais.

Com o fim da ditadura militar, o Brasil vivenciou mudanças que deram inicio a constantes movimentos sociais, buscando soluções para problemas localizados como falta de água, falta de terra, aumento de preços, dentre outros. Na década de 90, a expressão “sem fins lucrativos” toma força, diante do fracasso governamental. Assi expressão “sem fins lucrativos” toma força, diante do fracasso governamental. Assim surgindo o Terceiro Setor, compondo Ongs, fundações, associações, institutos, dentre outros.

O Estado começa a reconhecer as Ongs como parceiros, valonzando suas experiências e conhecimentos sobre formas inovadoras de enfrentar questões sociais. As ONGs ganham espaço na visão do Estado como interlocutores e parceiros das políticas governamentais, e do Mercado que passa a concretizar o investimento do setor privado empresarial na área social, ambiental e cultural (AZEVEDO, 2006). trajetória percorrida neste ensaio apresenta o nascimento de uma promessa chamada terceiro setor.

Esta promessa pode ser caractenzada pela emergência de um tlpo de entidade: a organização privada sem fins lucrativos, de finalidade pública, e pela assunção por esta de um amplo conjunto de atividades e papéis sustentados pelas supostas atribuições e qualidades do terceiro setor. Esta trajetória é percorrida na busca de confirmação da promessa do terceiro setor e da validação de uma das afirmações raramente contestadas e feitas com elevada frequência: a afirmação de que o maior desafio do terceiro setor é o desenvolvimento da capacidade gerencial das organizações que o ompõem.

A baixa competência em gestão das organizações sem fins lucrativos é, na visão dominante no Brasil e em outras partes, o principal limitador à realização da promessa do terceiro setor. Uma afirmação comum, geralmente associada à anterior, é a de que as técnicas e conhecimentos de gestão deve se adequar PAGF3ÜFd comum, geralmente associada a anterior, é a de que as técnicas e conhecimentos de gestão deve se adequar às necessidades específicas e à cultura peculiar das organizações do terceiro setor.

Para que a promessa do terceiro setor seja ao menos uma erspectiva possível no horizonte, para que as organizações deste setor efetivamente contribuam para a consolidação do espaço público e para o fortalecimento das instituições democráticas, alguns valores mínimos comuns precisam estar presentes na maioria das organizações. Entre estes devem estar o compromisso com a democracia, a transparência, e a tolerância e capacidade de convivência com valores diferentes. ? necessário que os interesses e valores manifestados atraves da organização da sociedade civil encontrem canais institucionais de expressão. AZEVEDO, Marcos. O terceiro setor e o direito ambiental: ONG’s: esenvolvimento, estratégia de atuação e gestão. São Paulo: Meio Jurídico, 2006. FERNANDES, Rubem César. pnvado porém Público: O Terceiro Setor na América Latina. Rio de Janeiro: CIVICUS/Relume Dumará, 1994.

FERNADES, Rubem César. O Terceiro Setor: Desenvolvmento Social Sustentado. Rio de Janeiro: Editora Paz e Terra MA, 1997. SALVATORE, Vera Lúcia de Oliveira. Desafios das Entidades Sociais na Busca da Identidade. São Paulo: Federação de Obras Sociais, 1998. TENÓRIO, Fernando G. Gestão de ONG’s: principais funçoes gerenciais. 2. ed. Rio de Janeiro: Editora Fundação Getulio Vargas, 1997.

Unicef

0

O que é o UNICEF? O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) foi criado em 11 de dezembro

Read More

Manual de estagio de bombeiro civil poligono

0

MANUAL DO ESTAGIÁRIO BOMBEIRO PROFISSIONAL CIVI Como proceder após acidente com pérfuro-cortante COMUNIQUE IMEDIATAMENTE O SUPERVISOR DO LABORATÓRIO. Lavar imediatamente

Read More