Pedagogia

Categories: Trabalhos

0

vezes a serem discriminados, visto que nao apresentam condutas esperadas pelo grupo de pares. Resultados fornecidos pela ECI mostram que os adolescentes mais prejudicados efetiv Pedagogia Premium 3 dinaa I anperIR Dg, 2012 | pages O presente trabalho teve como objetivo verificar como se encontram, quanto a condições adaptativas, ex-clientes de uma clínica-escola de Psicologia que foram atendidos por dificuldades de aprendizagem e receberam alta clinica.

Procurou-se alcançar esse objetivo através de um estudo de seguimento, em que a sltuação pessoal do adolescente é relacionada com varáveis mbientais e características pessoais, relatadas na ocasião do atendimento e no seguimento. Uma variável que merece atenção especial no seguimento é a relacionada às dificuldades de relacionamento pais-filhos, que neste período da adolescência tem uma implicação ainda S ta vi ea n ut ;Ege maior no ajustament relacionamento pais- companheiros que n a tendência dos filho relacionamento que Swipe to page Iculdades de s a busca de os.

Existe ainda os modelos de passando muitas efetivamente apresentaram escore bem acima do ponto de corte estabelecido por Graminha (1994) como sendo indicador de roblemas de comportamento. Esse grupo também apresentou maiores escores em itens como: impaciência, medo ou receio de situações novas, mentira e insegurança, que de certa forma estão relacionados a dificuldades de autocontrole e baixa autoestima. As diferentes formas de os pais educarem e interagirem com seus filhos influem no desenvolvimento do autocontrole e de uma boa autoestima.

Quanto aos itens relativos ao monitoramento dos pais aos filhos, relatado pelos adolescentes, pode-se observar que os itens com diferenças significativas entre os grupos foram o ncentivo da mãe para o filho ser independente, Incentivo do pai para o filho ser independente e a prática de os pais conversarem conjuntamente com seus filhos. Estes itens parecem também diretamente ligados a formas de práticas educativas.

Práticas educativas assertivas são aquelas que respeitam as novas necessidades do adolescente, colocam limites claros, deixam que os filhos participem das decisões da família e comunicam a estes o porquê de suas atitudes, ou seja, uma prática com autoridade e não autoritária ou permissiva. Pais que usam de práticas mais assertlvas costumam ter filhos melhor ajustado sócio ermissiva. Pais que usam de práticas mais assertivas costumam ter filhos melhor ajustado sócio emocionalmente.

Observou-se que os resultados encontrados estão coerentes com a literatura, enfatizando a necessldade de seguimento dos ex-clientes e suas famílias, pois uma parte deles apresentou dificuldades posteriores de adaptação, sinalizando vivenciar adversidades familiares e problemas pessoais. Nota-se, através dos resultados obtidos, que as inter-relações existentes entre o indivíduo e sua fam[lia afetam o nível de ajustamento psicossocial. A família deveria constituir a principal onte de suporte aos filhos, já que quanto mais íntimas forem as relações, maior a probabilidade de o suporte ser efetivo.

No entanto, sabe-se que muitas vezes a família torna-se a pnnclpal fonte de stress do filho (Hobfoll, Freedy, Lane & Geller, 1990). Tem-se, assim, que indivíduos que contam com mais condições favoráveis ao longo de seu desenvolvimento tornam- se melhor adaptados. Em consonância com um dos pressupostos adotados neste trabalho, verificou-se que adolescentes com melhor adaptação atual contaram efetivamente com condições mais favoráveis, pessoais e familiares, na meninice e na adolescência.

Jornalismo empresarial politico e econômico

0

COMUNICAÇÃO SOCIAL-JORNALISMO 30 E 40 SEMESTRE JORNALISMO EMPRESARIAL, POLÍTICO E ECONÔMICO PROFESSORA: DENISE COSA I Projeto de criação de um

Read More

Corpo, espaço e movimento – paralesia cerebral

0

Educação Física e Desporto — 30 Ano Unidade Curricular: Psicofisiologia Docente: Mestre José Guilherme “Corpo, Espaço e Movimento” Crianças com

Read More