Portfolio

Categories: Trabalhos

0

EQUIPAMENTOS BÁSICOS DE LABORATÓRIO Introdução As atividades de laboratório exigem, por parte do aluno não só um conhecimento das peças e aparelhos utilizados, como também os empregos corretos de cada um deles. Portanto, antes de tudo, é necessário que você observe atentamente cada um dos materiais e, a partir do uso, incorpore em seus conhecimentos, o nome, a forma e a utilidade de cada um. Objetivos Identificar alguns dos materiais mais usados nos laboratórios químicos e conhecer suas aplicações e usos. MATERIAIS MAIS USADOS EM LABORATÓRIO QUÍMICO E SUAS

UTILIDADES Almofariz e Pistilo: M ri PACE 1 ors de sólldos. Anel ou Argola: Empr filtração ou separaçã to view nut*ge ção e pulverização ra funil durante a Balão de Destilação ou de Engler: Balão de undo redondo com saída lateral para passagem de vapores durante a destilação. Balão de Fundo Chato: Empregado para aquecimento ou armazenamento de líquidos ou soluções. Balão de Fundo Redondo: Usado para aquecimento de líquidos e/ ou reações com desprendimento gasoso. Balão Volumétrico: Usado na preparação de soluções. Não deve ser aquecido. Bastão de Vidro ou Bagueta: É um bastão maciço de vidro.

Serve para agitar e facilitar as dissoluções, mantendo as massas líquidas em constante movimento. Também auxilia na filtração. Barrilhete: Recipiente plástico, contendo uma torneira na parte inferior usado para armazenar água destilada elou deionizada. Bico de Bunsen: É a fonte de aquecimento mais usada em laboratório. Serve para dar escoamento a volumes variáveis de líquidos. Não deve ser aquecida. Éconstitu(da de um tubo de vidro uniformemente calibrado e graduado em décimos de mililitro. É rovlda de um dlspositivo que permite o fácil controle do escoamento.

Cadinho: Usado para calcinação de substâncias. pode ser aquecido diretamente na chama de um bico de Bunsen, apoiado sobre um triângulo de porcelana. Os cadinhos podem ser de porcelana, platina, amianto, etc. Cápsula de Porcelana: Peça de porcelana, de várias capacidades, usada em sublimações eevaporações. Coluna de Vigreux: Cilindro de vidro contendo, no seu interior, vános obstáculos e possui, próximo ao topo, uma saída lateral de vapores. Esta coluna é usada nas destilações fracionadas. Condensador: Usado em destilações, tem a finalidade de condensar os vapores dos líquidos.

Pode ser de vários tipos: condensador de tubo reto, condensador de bolas ou condensador de espirais. Copo Béquer ou *quer: Muito utilizado para dissolver substâncias e efetuar reações químicas. Existem béqueres de varias capacidades tanto de vidro como de polietileno. Os béqueres de vidro podem ser aquecidos sobre tripé com tela de amianto ou, chapa de aquecimento. Dessecador: Recipiente de vidro provido de uma tampa com fecho estanque e que contém uma substância dessecante, usado ara resfriamento de substâncias em atmosfera contendo baixo teor de umidade ou, na dessecação de algum material.

Erlenmeyer: Utilizado em titulações, aquecimento de líquidos, dissolução de substâncias e reações químicas. Pode ser aquecido com tripé sobre tela de amianto. Espátula: Material de aço, porcelana, vidro ou p aquecido com tripé sobre tela de amianto. Espátula: Material de aço, porcelana, Vidro ou polietileno, usado para transferência de substâncias sólidas. Deve ser lavada e secada após a transferência de cada reagente. Estante para Tubos de Ensaio: Suporte de madeira, de arame revestido com plástico ou tinta plástica, de aço inox ou ainda de polietileno, que serve de suporte para tubos de ensaio.

Funil Analítico: IJsado na filtração para retenção de partículas sólidas. Possui haste longa e sulcos para facilitar o escoamento do filtrado. Deve conter, no seu interior, um filtro que pode ser de papel, lã de vidro ou algodão vegetal. Funil Técnico: Material de vidro ou de polietileno, usado para auxlliar a transferência de líquidos. Funil de Büchner: Material de porcelana ou de vidro, usado na iltração a vácuo. Funil de Decantação ou Funil de Separação ou Ampola de Bromo: Usado na separação de líquidos imiscíveis.

Furador de Rolhas: Material metálico usado para fazer furos de varios diâmetros em rolhas de cortiça ou borracha. Garra de Condensador: Peça metálica usada para fixar o condensador à haste do suporte universal. Pode ser usada para a fixação de outros materiais como balões, Erlenmeyer, etc. Kitassato: Material de Vidro, de paredes grossas, usado em conjunto com o funil de Büchnerna filtração a vácuo. Mariote: Frasco de vidro usado para armazenar água destilada e/ u deionizada. Mufa: Peça de metal usada para fixar a garra ao suporte universal.

Picnômetro: Recipiente usado na determinação da densidade de líquidos. É um material de grande exatidão de volume, por isso não deve ser secado por aquecimento. pode s PAGF3rl(FS É um material de grande exatidão de volume, por isso não deve ser secado por aquecimento. Pode ser de vidro ou metal. Pêra de Segurança: Dispositivo de borracha utilizada para pipetar líquidos. Pesa Filtro: Frasco de vidro, com tampa esmerilhada, usado nas pesagens de substâncias corrosivas, voláteis ou higroscópicas.

Pinça de Madeira: Usada para segurar o tubo de ensaio durante aquecimento com o bico de gunsen. Pinça Metálica ou Tenaz de Aço : Usada para manipular materiais que foram aquecidos na estufa, chapa elétrica, bico de Bunsen ou mufla, como béquer, Erlenmeyer, cápsulas e cadinos. Pinças de Mohr e Pinça de Hoffman: Usadas para impedir ou reduzlr a passagem de gases ou líquidos por tubos flexíveis. Pipeta Graduada: Cilindro de vidro, estreito, geralmente graduado em décimos de mililitro,usada para medir volumes variáveis de liquido com boa exatidão, dentro de determinada escala.

Não deve ser aquecida. Pipeta Volumétrica: Constituída de um tubo de vidro com um bulbo na parte central. O Traçade referência é gravado na parte do tubo acima do bulbo. É utilizada para medir volumes delíquidos com grande exatidão. Não deve ser aquecida. Pisseta: Recpiente plástico usado no enxágüe de materiais através de jatos de água destilada, álcool ou qualquer outro solvente. Proveta: Cilindro de vidro ou polietileno de varias capacidades, usado para medir e transferir volumes líquidos que não exigem grande exatidão. Não deve ser aquecida.

Suporte Universal: Peça metálica usada para fazer a sustentação de vários materiais em algumas operações, tais como: Filtração, Destilação, Extração e outras,. Tela de Amianto: Us PAGF materiais em algumas operações, tais como: Filtração, Destilação, Extração e outras,. Tela de Amianto: Usada para distribuir uniformemente o calor recebido da chama do bico de Bunsen. Termômetro Químico: Usado para medir temperaturas de sólidos, líquidos ou vapores, durante o aquecimento de um sistema. Para medir a temperatura ele deve estar imerso no material que está sendo aquecido ou resfriado.

Triângulo de Porcelana: Suporte para cadinhos durante aquecimento direto no bico de Bunsen. Para utilizá-lo, devemos dobrar (enrolar) suas extremidades sobre a borda o tripé ou argola, para melhor fixação, caso contrário, o cadinho pode cair facllmente. Tripé de Ferro: Suporte para tela de amianto ou triângulo de porcelana, durante o aquecimento. Trompa de Água: Usada para provocar vácuo pela passagem de agua. Tubo de Ensaio: Utilizado para realizar reações em pequena escala, principalmente em teste de reações. Pode ser aquecido diretamente sobre chama do bico de Bunsen.

Tubo de Thielle: Tubo de vidro, com formato especial, usado na determinação do ponto defus¿o. Vareta de Vidro: Cilindro de vidro, oco, de baixo ponto de fusão. É muito utilizado na fabricação de curvas para interligar materiais como: baldes, condensadores, kitassatos,erlenmeyer e outros. Também são utilizados para confecção de capilares e pipetas. Vidro de Relógio: Vidro de forma côncava, usada para cobrir béqueres e cápsulas de porcelana, em pesagens de sólidos, em cristalização de quantidades pequenas, etc. Este material não deve ser aquecido sobre tela de amianto.

Tecnologico rh

0

CENTRO DE CICNCIAS EMPRESARIAIS TECNOLÓGICAS SUPERIOR EM TECNOLOGIA DE RECURSOS HUMANOS PRODUÇÃO TEXTUA Londrina 2011 PRODUÇAO TEXTUAL pesquisa Realizada na

Read More

Estagio curricular i

0

[pic]UNlVERSlDADE LUTERANA DO BRASIL RELATÓRIO DO ESTÁGIO CURRICULAR Vanespa Maria Caeta oral to view nut*ge CAUCAIA, ABRIL, 2011 DEDICATÓRIA A

Read More