Relatório bases experimentais

Categories: Trabalhos

0

[pic] RELATORIO DE Base Experimento 1: Estru atômico de alguns m s Naturais nação do raio oriá is to view nut*ge OBJETIVO • Determinar os raios atômicos dos metais alumínio, ferro e cobre com o intuito de deduzir seus arranjos cristalinos através da determinação da densidade do sólido, de cálculos e das aplicações de regras simples de geometria e de estequiometria. PARTE EXPERIMENTAL Nível IV Inicial (Vi) IV Final o. f) Inicial Final I Ferro | 10,00 cm x 2,50 cm x 2,50 cm 10,01 cm x 2,53 cm x 2,53 cm 8,00 cm 8,80 cm 255,00 mc 1329,00 mL I Alumínio 3,16 cm x3,16crn I Cobre Cúbico 3,20 cm x 3,20 cm I Cobre Cilíndrico 31 ,84 cm | 10,10 cm x 3,20 cm x 3,20 cm 10,11 cm x 8,00 cm 19,30 cm 1255,oomc 1355,00 10,10 cm x 3,20 cm x 3,20 cm 110,10 cm x 8,00 cm 19,30 cm 1255,OOmL 1360,00 10,10 cm x 3,20 cm 110,18 cm x 8,00 cm | 9,00 cm 255,00 mc 340,00 mc Tabela 3. Media dos valores medidos Os valores das massas dos metais estão fornecidos na tabela 4.

I Massa Cobre Cúbico Ferro 1714,00 g I 907,00 g 271 g 1490,00 g Tabela 4. Massa obtida através dabalança semi-analítica 81,50 * (8,80 – 8,00) V- 55,20 mL para o cálculo do volume do ferro para o experimento utilizando a proveta, foi utilizada a fórmula 6, homologamente para o lumínio, cobre cúbico e cobre cilíndrico : Vi AV 329,00 – 255,00 N. ‘ = 74,00 Para o cálculo da densidade do ferro com a régua foi utilizada a fórmula 7, sendo a m a massa da tabela 4 e V o volume calculado para a régua.

Foi realizado o mesmo para todas as amostras e experimentos: d = 490,00 62,50 d – 7,84 g/cm3 Para o cálculo do volume molar do ferro com a régua foi utilizada a fórmula 8, sendo M massa molar obtido na tabela xe d a densidade calculada. Homologamente para todas as amostras e experimentos. vrn-M/d vm = 55,84 / 7,84 vrn = 7,12 rnL Cobre Cilíndrico Garrafa PET Perímetro 1490 g I Tabela 2. Dados da garrafa PET. I Tabela 1.

Massa obtida através da I balança semi-analítica através de: I Massa Molar unitária I Cobre 163,546 g Dados da Tabela 2 obtidos I perímetro: Medição IRaio: r = P/2Tr IÁrea: A — n xr2 I Propriedade I Sistema cúbico simples ISistema cúbico de face centrada ISistema cúbico de corpo centrado Número de átomos por cela 4 126,981 g 155,845 g 2 Base geométrica aresta I diagonal Idiagonal de centro I Tabela 3. Massa molar dos metais: Cobre, IAIumínio e Ferro. I Átomo I Tabela 4. Relações geométricas para os diversos retículos do sistema. I Raio atômico (pm) Cobre 128 1126 1143 I Tabela 5.

Raio Atômico dos metais. A partir dos dados obtidos nas medições das arestas com a régua e o paquímetro, e dados da tabela 1, 3 e 4, foram realizados os cálculos de volumes, densidade e raio atômico, apresentados nas tabelas 6, 8, 10 e 12. para os dados das tabelas 7, 9, 11 e 13 foram utilizados as medições do nível da água para a garrafa PET informados na tabela 2, valores da proveta e os valores das tabelas 1,3 e 4. Tabela 6. Valores obtidos para os experimentos com régua e paquímetro, utilizando amostra de ferro. Tabela 7. Valores obtidos para os experimentos com PET e roveta, utilizando amostra de ferro.

Tabela 8. Valores obtidos para os experimentos com régua e paquímetro, utilizando amostra de alumínio. Tabela g. Valores obtidos para os experime e proveta, utilizando experimentos com PET e proveta, utilizando amostra de cobre cilíndrico. Cálculos das tabelas 6, 8, 10 e 12: Régua e Paquímetro: Volume: V = Comprimento x Altura x Largura Onde V é o volume da amostra, obtido através de fórmula de volume de um cubo. Para o cilíndrico cúbico a fórmula é: V Comprimento x Área da base (A = rtxr2) Densidade: d = m / V Onde d é a densidade do metal, m é a massa e V o volume da amostra.

Volume Molar: Vm = M / d Onde Vm é o volume molar, M é a massa molar e d a densidade experimental obtida. Volume do Átomo: Va = Vm / Na Onde Va é o volume do átomo, Vm é o volume molar e Na é a constante de Avogadro, dado por: 6,023 x 1023 Raio Atômico para sistema cúbico simples: r au / 2 Onde r é o ralo atômico e au é o volume do átomo (Va) multiplicado pelo número de átomos por cela unitária (1), dada na tabela 5. Raio Atômico para sistema cúbico de face centrada: r – au / (2 * 21/2) Onde r é o raio atômico e au é o volume do átomo (Va) multiplicado pelo número de átomos por cela unitária (4), dada na

Raio Atômico para sistema cúbico de corpo centrado: r (au * 31/2)/ 4 multiplicado pelo número de átomos por cela unitária (2), dada na PAGF pelo número de átomos por cela unitária (4), dada na tabela 5. Raio Atômico para sistema cúbico de corpo centrado: r = (au * 31/2) 14 Não houve um consenso de qual método utilizado foi o mais eficiente, pois todos os métodos se mostraram eficientes. Através do estudo dos resultados verificamos que pode ter ocorrido erro na medição do volume de água da proveta ou a graduação do mesmo não é precisa, pois alguns valores ficaram muito iferentes dos obtidos nos outros métodos.

Massa Dimensões: Régua I Comprimento 100,1 mm I Altura I Largura Volume 110 cm 2,5 cm 12,5 cm Paquí I Paquímetro IComprimento 55,845 g Altura PET 125,3 mm 125,13 mm I Proveta Paquímetro IPET 1,23 x 10-23 mc 11,18 x 10-23 mc 11,20 x 10-23 ‘TIL 1,4x 10-23 mc I Raio Atômico – Corpo Centrado | 124,20 pm 131,48 pm II 24,90 pm I PET 125,93 prn Tabela 12. Resultados gerais para amostra de ferro. 126,981 101,1 mm La rgu ra | 103,424 crns 100 mc I Densidade 12,62 1271 g 110,1 13,2 cm 3,2 cm Massa Molar cm Comprimento 100954,415 mm’ 12,68 12,56 31,6 mm Proveta 105,95 mc 12,71

Pim iii

0

UNIP INTERATIVA Projeto Integrado Multidisciplinar Cursos Superiores de Tecnologia or20 to view nut*ge As dificuldades enfre reolver todos los problemas

Read More

Relatório química

0

Quando iniciamos o aquecimento o KC103 começa a efervescer aos poucos passando de solido para liquido, e sua cor de

Read More