Relatório de estágio

Categories: Trabalhos

0

FACULDADE INTERNACIONAL DE CURITIBA BEATRIZ MARIA FRANCISCA RIBEIRO LÍDIA ROSA RIBEIRO ROSIMEIRE MUNDOCO CORREA RELATORIO DE ESTAGIO – CONTEXTOS E ESPAÇOS EDUCATIVOS REDENÇÃO – PARÁ 2012 FACULDADE INTERNACIONAL DE CURI IBA LIDIA ROSA RIBEIRO ROSIMEIRE MUNDOC RELATÓRIO DE ESTÁ PACE 1 or7 to view nut*ge ÇOS EDUCATIVOS Trabalho apresentado disciplina de Contextos e Espaços Educativos, no Curso de Pedagogia a Distância da Faculdade Internacional de curitiba – FACINTER. Tutor Local: Josidalva Almeida polo de Apoio presenclal: SUMÁRIO 1.

INTRODUÇAO 4 2. IDENTIFICAÇÃO DO ESPAÇO EDUCATIVO ESTAGIADO 5 rocesso educativo. O presente trabalho tem como objetivo descrever algumas atividades educativas em Ambientes Não Formais de Educação, acompanhadas durante o Estágio de Observação na disciplina Estágio – Contextos e Espaços Educativos, pelas acadêmicas do Curso de Pedagogia a Distância da Faculdade Internacional de curitiba – FACINTER – Beatriz Maria Francisca Ribeiro, Lídia Rosa Ribeiro e Rosimeire Mundoco Corrêa.

O estágio foi realizado no período de 07 a IO de março de 2012, na Brinquedoteca da Instituição Tutores: Reforço Escolar Multidisciplinar no centro da cidade de Redenção – Pará. O objetivo do Estágio foi observar a práxis educativa do pedagogo em espaços não formais de educação, e anda a ação docente dos tutores e suas atribuições de trabalho educativo, e o perfi das crianças atendidas na Instituição. Relataremos ainda sobre a forma com que o processo educativo é desenvolvido destacando também alguns aspectos da infraestrutura do ambiente observado.

Posteriormente à observação, nos reunimos para estruturar este relatório, analisando criteriosamente cada ambiente obser•v’ado, as informações obtidas por meio da entrevista realizada com as estoras, e o comportamento de todos os sujeitos envolvldos no processo educativo no espaço não formal de aprendizagem – Brinquedoteca Tutores. 2. IDENTIFICAÇÃO DO ESPAÇO EDUCATIVO ESTAGIADO 2. 1 Localização do ambiente A Tutores – Reforço Escolar, Instituição na qual o estágio foi realizado está situada à Avenida José Carrion, 355, Centro de Redenção — Pará. Telefone. (94) 3424 1007, e seu endereço eletrônico é: www. utores. com. br/redencao-centro. 2. 2 Horário de funcionamento A Instituição atende em ho ciados. Algumas crianças funcionamento A Instituição atende em horários diferenciados. Algumas crianças ficam em periodo integral, que vai das 7h30 às 18h30, sem intervalo e outras no período matutino, das 8h às 12h elou vespertino, das 14h às 18h, e ainda outras que ficam até às 21 2. 3 Níveis de atendimento A clientela observada compreende a faixa etária entre zero e três anos e são crianças que ficam aos cuidados da Tutores enquanto os pais vão trabalhar, por isso os horários são tão flexíveis.

São atendidas 21 crianças, que contam com o apoio de uma pedagoga, uma psicóloga, 05 pessoas que atendem e brincam com as crianças e uma coordenadora das atividades esenvolvidas. 3. CONCEPÇAO PEDAGOGICA DO ESPAÇO EDUCATIVO A Tutores – Reforço Escolar, é uma Instituição que trabalha de forma interdisciplinar as disciplinas escolares e trabalha também com uma Brinquedoteca, ambiente não formal de aprendlzagem, pelo qual optamos por desenvolver nosso estágio. Fomos bem recebidas pela gestora e pela coordenadora do Instituto.

Nos apresentamos e realizamos a entrevista durante a qual nos foi apresentado e falado sobre o Projeto Pedagógico que norteia as ações do Estabelecimento. Percebemos que a coordenação e a direção são responsaveis por repassar aos olaboradores, conforme o Projeto, os objetivos/metas, e a metodologia utilizada com as crianças que ali frequentam. percebemos que tudo é bem planejado com vistas a desenvolver um trabalho que propicie às crianças um ambiente agradável e tranquilo, porém os colaboradores não participam ativamente das tomadas de decisão, apenas cumprem o que já está planejado.

O Planejamento é mensal e indica as diretrizes da relação dos conteúdos e fica exposto e cronograma em um as diretrizes da relação dos conteúdos e fica exposto em forma de cronograma em um mural. As atividades previstas não seguem uma rotina, pois as crianças ão muito pequenas e desistem logo das brincadeiras propostas. Cada brincadeira dura no máximo cinco minutos e os pequenos já começam a procurar outra distração. Os brinquedos são lavados e guardados após o uso.

Em se tratando de prática educativa, observamos que algumas brincadeiras são de cunho pedagógico, como: teatro, parlendas, pinturas, e outras são de esporte e lazer. As crianças ficam à vontade para brincar e a equipe que ali trabalha tem de acompanhar o ritmo De cada uma em um atendimento indlvidualizado. Embora não tenham dito, percebemos que as crianças estão endo educadas a cada atividade, mesmo quando não está definido o objetivo pedagógico, as crianças estão se socializando umas com as outras.

Uma das administradoras afirmou que não gosta nem quer trabalhar como professora, mas quando levada à reflexão reconheceu que no seu estabelecimento ocorre um processo educativo das crianças envolvidas. 4. DESCRIÇÃO E ANÁLISE REFLEXIVA DAS ATIVIDADES DE ESTÁGIO Iniciamos nosso estágio observando em primeiro lugar a secretaria e uma pequena biblioteca que serve como subsídio para as administradoras pesquisarem e melhorarem seu atendimento. Observamos que a Instituição tem um sistema de segurança muito eficiente, pois é transmitido por câmeras em tempo real para a secretaria e aos pais.

Listamos abaixo os ambientes existentes na Instituição os quais observamos: ‘k Uma cozinha; * Uma sala para psicóloga e fonoaudióloga; * Um quarto para as crian as descansarem; * Banheiro infantil total crianças descansarem; * Banheiro infantil totalmente adaptado; * Mini biblioteca infantil; Caixa de bnnquedos; * Brinquedos diversos; Teatro infantil de fantoches, dedoches e máscaras; * Sala de vídeo infantil; * Área de pintura, * Piscina de areia; Chuveiros para banho coletivo; * Varal de parlendas. Todos os moveis da instituição são reciclados. Os espaços observados são muito limpos, decorados, organizados, arejados, bem aconchegantes e em bom estado de conservação. Porém são pequenos em relação à quantidade de crianças que ali frequentam. Observamos que há uma preocupação em utilizar alguns recursos tecnológicos como dvd, tv, computador, aparelho de som. Os livros são todos de tecidos ou plástico dobráveis facilitando o manuseio e a durabilidade dos livros.

São atendidas diariamente 21 crianças, sendo 11 do sexo mascullno e 10 do sexo feminino. Estas cnanças participam de todas as brincadeiras que são oferecidas, mas seu grau de interesse, atenção e disciplina é bem pequeno. Talvez pelo fato de as crianças serem muito pequenas. Se relacionam muito bem, havendo pequenos desentendimentos que são conciliados imediatamente pelos responsáveis.

Algumas crianças ainda não sabem falar direito e soubemos que há uma criança altista e outra com problema fonoaudiológico. São crianças extrovertidas, comunicativas, alegres e saudáveis, que recebem os cuidados de algumas pessoas, a saber: uma pedagoga, uma psicóloga, 05 colaboradoras e até uma onoaudióloga, que tratam as crianças com muito carinho e atenção respeitando suas particularidades, empregando vocabulário adequado à faixa etária da turma.

Observamos que a pedago smente brinca com as faixa etária da turma. Observamos que a pedagoga ela simplesmente brinca com as crianças e não exerce o papel de pedagogo que deve ser o artlculador de todo o processo educativo. 5. CONSIDERAÇÕES FINAIS Mediante o estágio de observação realizado na Tutores – Reforço Escolar, pudemos perceber que a educação é necessária em qualquer contexto com a presença de seres humanos. Embora a

Instituição tem o objetivo de cuidar das crianças e distraí-las com brincadeiras aleatórias, percebemos que a educação faz parte daquele contexto. Ficou evidente, a nosso ver, que aquele ambiente necessita promover mais atividades coletivas, promovendo a socialização e a capacidade de concentração e durante a realização das atividades, pois percebemos que as crianças brincam de forma quase individual, sendo coletiva em poucas atividades, como na chuveirada e no horário do lanche.

O pedagogo, como articulador de todo o processo educativo, tem um papel imprescindível e insubstituível, na produção do onhecimento e na socialização dos saberes pedagogicos. Por isso, é imprescindível que haja sintonia entre a gestão com o fazer e o pensar do pedagogo. Algo que percebemos não acontecer no Estabelecimento observado. Demonstrando assim, a fragilidade em que se encontra o profissional pedagogo no exercício de sua função.

Talvez isso aconteça porque a gestão da Instituição é exercida pelos próprios donos, que traçam seus objetivos e ação de cada um no Projeto Pedagógico. Libâneo, (1996, pg. 127) é categórico ao afirmar que deseja-se um profissional capaz de pensar, planejar e executar o seu trabalho e ão apenas um sujeito habilidoso para executar o que os outros não concedem. Porém, ressaltamos que nao basta apenas caracterizar a f PAGFsrl(F7 para executar o que os outros não concedem. Porém, ressaltamos que não basta apenas caracterizar a função do pedagogo. ? preciso redimensionar esse profissional no seu âmbito de trabalho, de forma que a sua atuação seja realmente voltada à obtenção de melhores resultados no processo ensino- aprendizagem. Assim, conhecemos a organização do trabalho para, então, elaborar para o pedagogo observado no contexto não formal de ducação, o Projeto “Contadores de História”. Projeto este, que tem como objetivo principal melhorar a atenção das crianças, ampliar sua capacidade de comunicação e aguçar sua imaginação por meio de histórias infantis clássicas e populares.

Assim, em face das transformações presencladas no mundo e que repercutem em todas as Instituições, o papel do pedagogo é muito significativo, ao possibilitar ao sujeito compreender e analisar esse mundo, compreendendo-se nesta articulação com o outro, e também ajudando os ambientes educativos na interação de suas relações e de seu plano de trabalho, de modo que usque alternativas e crie estratégias para uma aprendizagem mais eficiente e eficaz.

Podemos perceber que a Pedagogo tem o objetivo de promover a “educação”, pois a partir desta, que se analisa e se interpreta a realidade dos sujeitos sociais e suas especificidades. para Libâneo, estes profissionais são: “instrutores, organizadores, técnicos, consultores, orientadores, animadores, formadores, aquele que desenvolve atividades pedagógicas (não-escolares) em órgãos públicos, privados e públicos não-estatais, ligados as empresas, alimentação, promoção social, à cultura, aos serviços de saúde”. (LIBÂNEO, 1996) PAGFarl(F7

Programanado para web com php

0

programanado para web com php UPE – pou – Engenharia Eletrônica PROGRAMANDO PARA WEB COM PHP,’MySQL autor: Fred Cox Junlor

Read More

Acidentes em anestesiologia

0

ACIDENTES EM ANESTESIA OCAL SINOPSE O presente trabalho de pesquisa tem o objetivo de estudar os possíveis acidentes e complicações

Read More