Resumo do livro apologia de sócrates

Categories: Trabalhos

0

Sócrates, filosofo grego, tinha opniões diferentes das dos outros atenienses, acreditava ele que a verdadeira felicidade estava em outra vida e não na vida terrena, a alma em vida deve lutar contra os prazeres e vício do corpo, onde a alma está condenada a viver e donde quer libertar-se e que diferentes das outras pessoas nem tudo o que se acredita precisaria ser provado, afirmava ainda que ninguém é mal por querer o mal e sim por não conhecer o bem, para ele o filósofo é aquele que cuida da sua alma porque e desprende dos bens terrenos, vive para a sabedoria e pratica o bem, seu lema era conhecer-te a si mesmo.

Platão era o discipulo fiel de Sócrates e quem relata todos os acontecimentos, do principio ate o fim do julgamento, condenação e morte de Sócrates que foi acus juventude, não consi OF2 todo o povo acredita e p acusação relatada po poetas e adivinhos, a que corrompem a uses aqueles que es novas conforme va a classe dos cusadores de Sócrates, Anito que representava a classe dos politicos e pretendia a condenação por ter um filho discipulo de Sócrates Licon que representava a classe dos oradores e professores de retórica pretendo assim também a condenação por seu filho ter se deixado corromper moralmente, filosoficamente e sexualmente por Callias associado de Sócrates. Foi c Swige to next page concedido a ele o direito de defesa, o que por ele foi mostrado toda sua capacidade de pensamento, mostrando que em todas as acusações eram contraditórias, questionando o fato de como ele poderia nao acreditar nos deuses e ao mesmo tempo se unir a ele. salientou ainda que se Aniton e Licon não tivessem ido o tribunal acusá-lo Meleto seria multado que seria a multa do acusador caso ele não conseguisse um quinto dos votos. Mesmo diante da defesa proposta por Sócrates o tribunal que continha 501 juízes 281 votaram contra e 220 a favor e assim houve a condenação.

Em algumas das ultimas palavras que Sócrates expressou que não se arrepende de sua defesa estipulada, preferindo antes morrer ter se defendido do que viver do outro modo a se exilar proibido assim de exprimir seus ensinamentos e passar seus conhecimentos a diante, Sócrates preferiru a morte. Zeus vingou a morte de Sócrates através do reconhecimento de erros dos atenienses, Meleto foi condenado a morte, Anito foi exilado em Heracleia onde foi apedrejado pelo povo, Licon suicidou-se de desespero relegado por todos e a Sócrates foi erguida uma estátua em uma praça de Atenas. A morte sem duvidas foi a melhor coisa que aconteceria para Sócrates que de certa forma acabou encontrando a verdadeira felicidade da qual acreditava que estaria em outra vida, certamente estaria em um lugar onde reina o bem e não o mal que tanto bem dizia.

Características de um gerador

0

Relatório: Caracter[sticas de um gerador (TL 11. 4 A) Objectivos: * Aplicar a lei de Ohm generalizada; * Determinar a

Read More

1 – Os direitos sociais de segunda dimensão têm [/i]jusfundamentalidade material[/i]? por quê?

0

1 — Os direitos sociais de segunda dimensão têm [l i]jusfundamentalidade material[/i]? Por quê? Sim. Partindo do pressuposto que os

Read More