Trabalho físico-química

Categories: Trabalhos

0

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA DEPARTAMENTO DE QUIMICA LABORATÓRIO DE FÍSICO-QUÍMICA EXPERIMENTO 3: DETERMINAÇAO DO COEFICIENTE DE VISCOSIDADE DE LIQUIDOS CHRISTINY COELHO DANIELA GESSER FERNANDA SOUZA KAREN HEINEN NATÁLIA RODRIGUES NICOLE SOARES FLORIANOPOLIS, 11 Introdução ors A viscosidade dinâmica, habitualmente designada apenas por viscosidade absoluta ou apenas por viscosidade, , é definida como a resistência de um fluido ao seu escoamento.

Considere-se o líquido contido entre duas placas paralelas, cada uma com uma área A. Mantendo a placa inferior fixa, plica-se uma força, F, à placa superior. Devido à viscosidade, o líquido que se encontra junto da placa inferior fica parado, enquanto que as camadas de líquido superiores vão adquirindo velocidades tanto maiores quanto mais afastadas estiverem da placa inferior parada.

Assim, cria-se um gradiente de velocidades que, simplificadamente, é dado pela razão entre a diferença de velocidades entre as camadas de I(quido junto de cada uma das placas, v, que corresponde à velocidade adquirida pela placa superior, v, e a separação entre essas placas, L. Para determinar a viscosidade dos líquidos há vários tipos de viscosímetros: o Viscosímetro de Ostwald, no qual se determina a viscosidade através do tempo de escoamento de um liquido por um capilar; e o Viscosímetro de Hõppler no qual a viscosidade é determinada pelo tempo de queda de uma bola através do líquido.

Parte experimental Para o experimento utilizamos água destilada, sacarose (açúcar), duas pipetas graduadas em 10mL, um béquer de 100mL, uma proveta de 100mL, um picnômetro de 50mL. Usamos também um viscosímetro de Ostwald, um viscosímetro de Hõppler, um refratômetro e uma balança. Começamos preparando a solução de sacarose a 10%, onde colocamos 1 5g de sacarose em 85g de água. Levamos a solução ao refratômetro que nos indicou um índice de refração igual a 1,356 e um grau BRIX igual a 15%.

Após isso medimos a densidade da água com a ajuda de um picnômetro da seguinte maneira: pesamos o picnômetro vazio (31 ,81g) e depois colocamos água até derramar e pesamos novamente (81 ,54), e assim descobrimos que o volume do picnómetro é de 49,73 cm3 , através da fórmula: d= m com água – m vazio- (81,54 – I v: 49,73 Obs: densidade da água é igual a IgmL-1 Pesamos novamente o picnómetro, mas dessa vez com a solução de sacarose para obter a densidade da mesma. m com água – m vazio: (84,59 – 31 ,81)- mesma. z m com água – m vazio: (84,59 – 31 ,81): 49,43 d=l ,06 g/crn] (sacarose) Obs: A temperatura da água era de 21,8 oc e a da sacarose era de 21,5 oc. Com todas as medidas em mãos utilizamos o viscosímetro de Ostwald e o viscosimetro de Hôppler para medir a viscosidade da água e a da sacarose. Procedimento: Viscosímetro de Ostwald Com o auxilio de uma pipeta, colocamos 8mL de água destilada no viscosímetro e com um pêra sugamos o líquido até eterminado ponto e logo após soltamos, medindo assim o tempo de escoamento da água de um determinado ponte até outro.

Repetimos três vezes essa operação medindo os tempos e obtivemos a média de 3,55 s. Fizemos o mesmo com a sacarose o obtivemos a média de tempo de 4,63 s. Viscosímetro de Hbppler Enchemos o tubo interno do viscosímetro com água destilada e fechamos a saída inferior do tubo. Utilizamos uma esfera adequada para o líquido ( água: esfera de vidro). Mergulhamos ela no tubo contendo água e a deixamos afundar, medindo assim o tempo de queda da esfera de um ponto A até um ponto B.

Repetimos mais duas vezes o experimento. O tempo médio de queda foi de 67,3 s. O mesmo foi feito para a carose nos dando um AIGF3t(FS QUESTIONÁRIO 1 . Experimental: nrel = ni = diti d2t2 nrel 1,06 g/cm3. 4,63s 1 gcms. 3,55s nrel ,3825 Literatura: nrel = r12 nrel = 1,5935rnpa. s 1 ,0060mPa. s nrel 1,5840 Erro experimental: E = Inrel literatura – nrel experimental . 100 nrel literatura E- 11,5840-1 ,38251 . 100 2. Literatura: nrel 1,5840 PAGF comparada à viscosidade de uma solução padrão (geralmente o solvente). ) Viscosidade Específica: ou aumento específico da viscosidade, é viscosidade relativa menos um, ou seja, nesp = nrel – 1 c) Viscosidade Reduzida: ou número de viscosidade, é a viscosidade específica dividida pela concentração (c). d) Viscosidade Intrínseca: é o número de viscosidade limite, lim (nesp/c). Conclusão A medida de viscosidade é um teste físico aplicado a líquidos puros e a mu tas preparações liquidas, como soluções, emulsões ou suspensões. A viscosidade está relacionada com a fluidez de um fluido sobre ele mesmo e ao tixotropismo das amostras analisadas.

Esse experimento foi realizado com o intuito de medirmos o oeficiente de viscosidade de líquidos de baixa viscosidade utilizando um viscosímetro de Ostwald (a viscosidade é medida pela velocidade de escoamento do líquido através de um capilar de vidro) e um viscosímetro de Hóppler ( a viscosidade é medida pela velocidade de queda de uma esfera dentro de um liquido colocado em um cilindro vertical de vidro). Obtivemos bons resultados em nosso experimento, com um nível de erro relativamente baixo e com resultados parecidos com o da literatura. O andamento do experimento também ocorreu de uma maneira agradável sem grandes surpresas.

Gshdhjsrhyyhs

0

Símbolo químico Ba Número atômico: 56 Massa atômica: 137,327 ponto de fusao: IOOO K(727 oc) Ponto de ebulição: 2170 K

Read More

Projeto de matematica

0

PROJETO DE MATEMÁTICA PROJETO DE MATEMATICA ANO. OFICINA DE EXPERIÊNCIAS MATEMÁTICAS séries do Ensino Fundamental Ciclo II ar 2 to

Read More