Educacao nos dias de hoje

Categories: Trabalhos

0

cidadгos um ensino pъblico de qualidade que й uma necessidade e um desafio fundamental. Hб, atualmente, claro reconhecimento mundial e social de sua importвncia para o mundo do trabalho, para o desempenho da economia e para o desenvolvimento tйcnico-cientнfico Educacao nos dias de hoje Premium By lucunhamelo MapTa 21, 2012 Spages Dalva Dias – Pedagoga Especialista em Gestгo Escolar e Psicopedagogia A presente resenha estrutura-se em descrever criticamente o direito a educaзгo no Brasil.

Faz uma analise na busca de conquistas de reformas educativas para uma pedagogia ue promova a qualidade do ensino com participaзгo crнtica em busca de uma sociedade inclusiva justa e igualitбria. Para isso, reza a Constituiзгo brasileira que a educaзгo й um direito de todo cidadгo. Sendo assim, toda crianзa e todo jovem tкm direito ao acesso а educaзгo de qualidade. Sabemos que o desenvolvimento de um pais tem como alicerce a educaзгo que este oferece a suas crianзas e a seus jovens, pois й por meio dela que se constroem nгo apenas profissionais, mas cidadгos plenos. ext O direito а educaзгo lutas e acordos que v OFS origens referem-se ? ia, Sw. p view nent page cidadгo, e em seu a necessidade de todo nte de conflitos, ativamente. Suas o homem e do “a instruзгo й over a todos os tйcnico-cientнfico. Esse reconhecimento tem sido transformado em reformas e em polнticas educacionais em vбrios paнses. O Brasil tem experimentado, desde o inнcio da dйcada de 90, amplo processo de ajuste do sistema educativo.

Todavia, esse reconhecimento e esse empreendimento, especialmente no governo de Fernando Henrique Cardoso, deram-se de acordo com uma lуgica economicista, cujo projeto educativo tem por bjetivo adequar a educaзгo escolar аs novas demandas e exigкncias do mercado. Nesse sentido, a educaзгo no Brasil assume a perspectiva de mercadoria ou serviзo que se compra, e nгo de um direito universal, o que a leva a tornar-se competitiva, fragmentada, dualizada e seletiva social e culturalmente.

Em todas as reformas educativas, a questгo da qualidade aparece como tema central. Na realidade, o direito а educaзгo busca um novo paradigma, que estabelece uma pedagogia da qualidade. Mas esta nao pode ser tratada nos parвmetros da qualidade economicista. A escola nгo й uma empresa. O aluno nгo й cliente da escola, mas parte dela. Segundo (Silva, 1995) “й sujeito que aprende, que constrуi seu saber, que direciona seu projeto de vida”.

Alйm disso, o direito а educaзгo implica formaзгo voltada para a cidadania, para a formaзгo de valores- valorizaзгo da vida humana em todas as dimensхes. Isso significa que a instituiзгo escolar nгo produz mercadorias. E Isso significa que a instituiзгo escolar nгo produz mercadorias. Ela lida com pessoas, valores, tradiзхes, crenзas, opзхes. Escola nгo й fбbrica, mas formaзгo humana. Ela nгo pode ignorar o contexto polнtico e econфmico; no entanto, nao pode estar subordinada ao modelo econфmico e a serviзo dele.

Deve- se inferir, portanto, que a educaзгo de qualidade й aquela mediante a qual a escola promove, para todos o domнnio dos conhecimentos e o desenvolvimento de capacidades cognitivas e afetivas indispensбveis ao atendimento de necessidades individuais e sociais dos alunos, bem como a inserзгo no mundo e a constituiзгo da cidadania tambйm como poder de participaзгo, tendo em vista a construзгo de uma sociedade mais justa e Igual tйria. Qualidade й, pois, conceito implнcito а educaзгo e ao ensino.

O direito а educaзгo deve ser entendido como fator de realizaзгo da cidadania, com padrхes de qualidade da oferta e do produto, na luta contra a superaзгo das desigualdades sociais e da exclusгo social. Neste sentido, a articulaзгo da escola com o mundo do trabalho torna-se a possibilidade de realizaзгo da cidadania, pela incorporaзгo de conhecimentos, de habilidades tйcnicas, de novas formas de solidariedade social, de vinculaзгo entre trabalho pedagуgico e lutas sociais pela democratizaзгo do Estado.

No contexto da sociedade contemporвnea, o direito ? educaзгo tem trнplice responsabi 3 Estado. No contexto da sociedade contemporвnea, o direito ? educaзгo tem trнplice responsabilidade: ser agente de mudanзas capaz de gerar conhecimentos e desenvolver a ciкncia e a tecnologia; trabalhar a tradiзгo e os valores nacionais ante a pressгo mundial de descaracterizaзгo da soberania das naзхes perifйricas; preparar cidadгos capazes de entender o mundo, seu paнs, sua realidade e de transformб-lo positivamente.

Essas responsabilidades indicam objetivos fundamentais que devem ervir de base para a construзгo de uma educaзгo pъblica de qualidade no contexto atual: preparaзгo para o processo produtivo e para a vida em uma sociedade tйcnico informacional, formaзгo para a cidadania crнtica e participativa e formaзгo йtica. Sendo a formaзгo йtica um dos pontos fortes da educaзгo do presente e do futuro.

Trata-se de formar valores e atitudes diante do mundo da polнtica e da economia, do consumismo, do individualismo, do sexo, da droga, da depredaзгo ambiental, da violкncia e, tambйm, das formas de exploraзгo que se mantкm o capitalismo contemporвneo. Segundo Habermas (1987), й possнvel reabilitar a sociedade no вmbito da esfera pъblica, de modo que as pessoas possam participar das decisхes nao por imposiзгo, mas por dialogar e buscar consenso, com base na racionalidade das aзхes expressa em normas jurнdicas compartilhadas.

A emancipaзгo objetiva de todas as formas de do 4DF5 aзхes expressa em normas jurнdicas compartilhadas. A emancipaзгo objetiva de todas as formas de dominaзгo torna- se possнvel se os indivнduos desenvolverem capacidades de prendizagens baseadas em uma prбtica comunicativa. A escola pode auxiliar no desenvolvimento de competкncias comunicativas que possibilitarгo diбlogo e consenso baseado na razгo critica.

Assim, o direito a educaзгo no Brasil й fundamental para a consolidaзгo da cidadania de milhхes de brasileiros a procura de dignidade e respeito que lhes permita acesso e possibilidade de permanкncia numa escola inclusiva que ofereзa educaзгo com qualidade social. Referкncias OLIVEIRA, R. P. Educaзгo e cidadania: o direito а educaзгo na Constituiзгo de 998 da Repъblica Federativa no Brasil. Sгo Paulo, 1998. (Tese de Doutorado) FEIJSP. RODRIGUES, Neidson.

Da mistificaзгo da escola а escola necessбria. 10a ed. – Sгo Paulo — Cortez, 2001. SAVIANI. D. Da nova LDB ao novo Plano Nacional de Educaзгo: por uma outra polнtica educacional. Campinas, Autores associados, 1998. SILVA, C. E. Banco Mundial discute a educaзгo brasileira Folha de S. Paulo, 30 mar. 1991. P. 44. HABERMAS, Jurgen. A nova intransparкncia. A crise do Estado de bem-estar social e o esgotamento das energias utуpicas. Novos estudos Cebrap, n. 18,p. 103-115, 1987. S

Alunos cegos

0

Alunos cegos e com baixa visão Orientações curriculares Ficha Técnica EDITOR Direcçao-Ger Curricular Direcção d OF91 Apoio Sócio-Educativ [TO’ „

Read More

Mapeamento de bacia – sensoriamento remoto e sig

0

INSTITUTO FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SANEAMENTO AMBIENTAL JONAS WILHIAM GOMES E SILVA VITOR DE MACEDO

Read More