Estudo sobre swot

Categories: Trabalhos

0

Estratégia de Negócios Prof. Dr. Adm Múcio Whitaker or7 to view nut*ge Alunos: IAIfredo Pacheco 1 g091 Antônio Nascimento I Regis Lima Colussi 16073 1. Produto 3 interno foram consideradas as forças e fraquezas, apresentando os principais aspectos que diferenciam o produto dos seus concorrentes. As oportunidades e ameaças estão relacionadas ao ambiente externo, onde as perspectivas de mercado estão presentes. I FORÇAS Garantia de 5 anos. Tecnologia própria. I FRAQUEZAS I Preço alto.

I Capô ainda é sustentado por vareta, em vez de ter uma mola a gás. I Design, conforto e dirigibilidade. justa em altura (falta profundidade). IO volante só Câmera traseira no canto do retrovisor interno, ao engatar a Falta de Bluetoot no rádio. IAr digital de duas zonas, motorista e passageiro. laterais somente na versão mais completa. I Airbags IA iluminação dos instrumentos, azulada como no i30, cria um Porta-malas modesto. O porta-malas perde boa parte de sua clima aconchegante à noite. capacidade para o estepe com roda aro 18.

Respeitando a linha I Alguns mostradores são digitais, como o do nível de dos vidros, delimitada pelo tampão corrediço, são aferidos 355 | I combustfru’el. m hatch médio. litros – volume de Valor de seguro baixo em comparação aos concorrentes. Interior tem alguns plásticos que não condizem PAGFarl(F7 em comparação aos concorrentes. Interior tem alguns plásticos que não condizem com a categoria do veículo. I Chave no bolso, basta apertar um botão na maçaneta para as ‘Suspensão e rodas aro 18 não absorvem muito bem as ‘portas destravarem e um botão para dar a partida no motor. rregularidades das vias brasileiras. Menos sujeito à desvalorização, por ser um modelo novo, sem Baixa capacidade do tanque de combustível (55 litros). Iprevisão da chegada de uma nova geração. IO sistema de tração 4WD é sob demanda, ou seja, normalmente I Dificuldade para encontrar e preços elevados de peças de envia o torque do motor para as rodas dianteiras, mas, caso I reposição. essas patinem, transfere automaticamente parte da força para de trás — como no CR-V. A diferença em relação ao modelo da Honda é que aqui podemos bloquear o diferencial central, Idividindo a tração em 50% para cada eixo.

I Câmbio automático dispensa troca de lubrificante I Baixo n[vel de ruído IGPS integrado ao painel PAGF3rl(F7 I Atendimento do telefone com um botão no volante. I OPORTUNIDADES I AMEAÇAS Ciclo de vida do produto na fase de crescimento. Variações cambiais. Facilidade de crédito ao cliente. impostos pagos pelo cliente final. Reavaliação do preço final do veiculo. na regras de tributação. I Redução do custo de produção do veículo econômica ou instabilidade financeira. Alto valor nos Mudanças I Crise I Mercado automobilístico em crescimento no Brasil.

Entrada de novos concorrentes. Reposicionamento do veículo em outra categoria Remodelagem dos modelos dos concorrentes atuais. I (reclassificação) É posslVel identificar que o produto diferencia-se de seus concorrentes em vários aspectos e que seus pontos fortes se trabalhados juntamente com as oportunidades podem conduzi- lo à liderança do mercado em sua categoria, proporcionando um fortalecimento da marca. Em paralelo, são necessários investimentos nos pontos fracos relacionados, buscando melhorias para o produto e a maior satisfação dos clientes. ara análise das questões dos ambientes externos deve-se considerar uma adaptação às necessi questões dos ambientes externos deve-se considerar uma daptação às necessidades do mercado e, eventualmente, um novo posicionamento estratégico. Análise, segundo as 5 forças de Porter Os clientes têm, em geral, informação suficiente sobre os produtos do mercado e, hoje em dia, os compradores de um veiculo possuem grande sensibilidade ao preço do produto adquirido e ao valor percebido.

Desta forma, em uma análise inicial, pode-se afirmar que o produto ix35 está em desvantagem em relação à concorrência devido ao seu alto preço. Os aspectos considerados “diferenciais” do ix35 não justificam a diferença e preço apresentada na fase de lançamento do produto, e algumas características chegam a levar o cliente à comparação com veículos hatch-médio, por exemplo no tamanho do porta- malas e detalhes em plástico no interior do veículo que não condizem com sua categoria.

Cabe verificar que o preço, na fase de crescimento, cai significativamente e atinge patamares competitivos. Em contrapartida, o ix35 apresenta itens de qualidade e diferenciação que nenhum outro concorrente oferece, como tração 4WD sob demanda, design extremamente atual e inovador, valor baixo de seguro e menor desvalorização por ser m produto novo no mercado. Neste cenário, o valor percebido pelo cliente é fator decisivo na escolha do produto. Aos clientes que valorizam alta tecnologia, design e boa dirigibilidade o ix35 é excelente opção.

Já para possíveis compradores que valorizam um projeto já estabilizado no mercado e com mecânica conhecida e confiável, uma alternativ modelo CR-V da fabricante de demanda do produto, com enfoque maior à qualidade da demanda ao invés da quantidade, maiores são as possibilidades de satisfazer às necessidades futuras de compradores, pois celeram-se os processos de inovação, criatividade, agilidade e aumento da produtividade e conseqüente redução de custos de produção. ara adquirir essa vantagem competitiva, e necessário contar com competentes fornecedores e distribuidores, denominadas por Porter como industrias correlatas e de apoio, indispensáveis para bons resultados na produção do modelo ix35. Com as indústrias correlatas e de apoio próximas dos usuários finais, é possível uma comunicação eficaz e direta, com excelente intercâmbio de idéias e inovações, além de tornar o ornecimento de insumos com menores custos, maior rapidez e de forma preferencial.

A empresa e sua estratégia alinhada com o governo e prefeituras podem alavancar incentivos, visando o desenvolvimento de determinada região, como ocorreu em Piracicaba onde a prefeitura firmou um acordo com 8 grandes fornecedores da Hyundai, entre eles MS Autotech, Hanil e Hwa Shln, que irão construlr suas fábricas no município, produzindo e fornecendo à Hyundai componentes básicos do carro, como estofamento, câmbio e parte elétrica. Reforçando este parecer, foram obtidos dados que indicam que 38% das peças deste eículo estão sendo produzidas no cluster nacional, com uma tendência pronunciada ao aumento deste [ndice.

Novos concorrentes chegando ao mercado trazem efeito imediato, diminuem a procura dis anivel para os concorrentes já existentes e por conseqüê o nível de rivalidade. Isso PAGFsn,F7 tecnologia, design e conforto, e também tem disponível uma boa rede de distribuição, em forte expansão, que podem ser fatores decisivos na decisão de compra do cliente. De qualquer forma, quando os custos de troca pelo comprador são baixos, a ameaça torna-se grande. ? importante também lembrar que deve haver uma preocupação com produtos substitutos criados pelo próprio fabricante.

Não é difícil encontrar compradores confusos com o novo ix3S, e o classificando como “novo” Tucson, o que demonstra a necessidade de uma correta estratégia de posicionamento do produto, visto que o ix35 não irá substituir o Tucson, mas será um modelo intermediário entre Tucson e Santa Fé. O ix35 atinge uma parcela de mercado residual entre o carro de alto desempenho, focado em ambiente hostil, e o carro de passeio que apenas propõe um design mais agressivo.

A estratégia de nacionalização do cluster produtivo somada a absorção desse mercado residual forma um terceiro elemento favorável ao crescimento da marca Hyundai. Cria-se uma barreira ao surgimento de produtos substitutos e abre um novo nicho de inserção de produtos, aumentando a presença da marca no mercado. Ainda dentro do quadro de concorrência, vale ser destacado a linha de distribuição do grupo Caoa. Esta rede atua em âmbito nacional, permitindo que a Hyundai atinja um Market share mais favorável que outras empresas prioritariamente estrangeiras. Referências bibliográficas

Trabalho manu

0

Este trabalho tem por objetivo analisar a obra de Emílio ou da Educação, que trata da idade da natureza, ou

Read More

Trabalhos em geral

0

Exmo. Sr. Dr. Juiz Federal da seçao Judiciária de Franca/SP. OF8 p “Muita gente não se recorda de que o

Read More