Fisico quimica

Categories: Trabalhos

0

INTRODUÇAO 1. 1 EQUILÍBRIO QUÍMICO Equilbrio químico é a parte da físico-química que estuda as reações reversíveis e as condições para o estabelecimento desta atividade equilibrada. Qualquer sistema em equilíbrio representa um estado dinâmico no qual dois ou mais processos estão ocorrendo ao mesmo tempo e na mesma velocidade. Ou seja, o equilíbrio é atingido quando a velocidade da reação direta se iguala a velocidade da reação inversa. A principal característica a ser observada, é que o equilíbrio é dinâmico, isto ?, a reação continua inversa equivalente.

As concentrações d equilibrio permanece permite caracterizar OF2 Swipe to view nentp locidade direta e resentes no o tempo. Isto um número, a constante de equilíbrio, que indica a relação das concentrações entre reagentes e produtos. A afinidade química é influenciada por dois fatores: um efeito de concentração e aquilo que pode ser chamado de uma afinidade especifica, a qual depende da naturezas químicas das espécies reagentes, sua temperatura e pressão. 2 EQUILÍBRIO DINÂMICO A forma correta daquilo que agora chamamos de lei do equilibrio químico foi obtida como resultado de uma série de estudos, nao de equilíbrio, mas sim de velocidade de reação química. Em 1850, Ludwig Wilhelmy investigou a hidrólise de açúcar com catalisadores ácidos e constatou que a velocidade era proporcional à concentração do açúcar que permanecia sem se químicos noruegueses Guldberg e Waage expressaram essas reações numa forma muito geral e aplicaram os resultados ao roblema do equilíbrio químico.

E então, foi reconhecido que o equilbrio químico é uma condição dinâmica e não estática. Ele é caracterizado não pela cessação de toda a interação, mas pelo fato de as velocidades das reações direta e inversa se tornarem igual. 1. 3 CONSTANTE DE EQUILIBRIO A constante de equilíbrio da reação é determinada por K. Ela favorece uma expressão quantitativa para a dependência da afinidade química das concentrações de reagentes e produtos. r convenção, os termos de concentração para os produtos da reação são sempre colocados no numerador da expressão para a constante de equilíbrio. Considere a reação geral, A + B [pic] C + D. De acordo com a lei da ação das massas, a velocidade da reação é proporcional às concentrações de A e B. Se elas são escritas como [A] e Vdireta – kd [A] Analogicamente, Vinversa = ki [C] NO equilibno, portanto, Vdireta = Vinversa, de tal forma que kd ou seja, Contudo, se a reação é aA do, temos, no

Ergono

0

Intervenção Ergonômica Fabricante de tubos flexíveis. Demanda. Inadequação no transporte de cargas e armazenamento de produtos. Movimentação manual de carga

Read More

Caso cbc

0

O sistema organizacional da CBC era constituído e dividido pelos dois sócios e mais cinco diretores. Todas as decisões a

Read More