Estilo rap

Categories: Trabalhos

0

O termo RAP significa ritmo e poesia. O rap surgiu na Jamaica na década de 1960. Este gênero musical foi levado pelos Jamaicanos para os Estados Unidos, mais especificamente para os bairros pobres de Nova lorque, no começo da década de 1970. Jovens de origens negra e espanhola, em busca de uma sonoridade nova, deram um significativo impulso ao rap. O rap tem uma batida rápida e acelerada e a letra vem em forma de discurso, muita informação e pouca melodia. Geralmente as letras falam das dificuldades da vida dos habitantes de bairros pobres das grandes cidades.

As gírias das gangues destes bairros são muito comuns nas letras das músicas. O cenário rap é acrescido de danças com movimentos rápidos e malabarismos corporais; O break, por exemplo, é um tipo de dança relacionada ao rap. O cenário urbano do rap é formado ainda por um visual repleto de grafites nas paredes das grandes cidades. Entendendo o Rap Geralmente, o rap é cantado e tocado por uma dupla composta por um DJ, que fica responsável pelos efeitos sonoros e mixagens, e por MCS que se responsabilizam pela letra cantada, e quando o rap possui uma melodia, ganha o nome de hip hop-

Anos 80: O auge do rap e das mudanças Na década de 1980, o rap sofreu uma mistura com outros estilos musicais, dando origem a novos gêneros, tais como: o acid jazz, o raggamufin e o dance rap. Com letras marcadas pel Swipe to next pela violência das ruas e dos guetos, surge o gangs ta rap, representado por Snoop Doggy Dogg, LL Cool J, Sean puffy Combs, Cypress Hill, Coolio entre outros. Nas letras do Public Enemy, encontramos mensagens de cunho político e social, denunciando as injustiças e as dificuldades das populações menos favorecidas da sociedade norte-americana. ?? a música servindo de protesto social e falando a voz do povo mais pobre. Movimento Rap no Brasil O rap surgiu no Brasil em 1986, na cidade de Sáo Paulo. Os primeiros shows de rap eram apresentados no Teatro Mambembe pelo DJ Theo Werneck. Na década de 80, as pessoas não aceitavam o rap, pois consideravam este estilo musical como sendo algo violento e tipicamente de periferia. Rap na Música Rap, na música, é basicamente uma improvisação poética sobre uma batida no tempo rápido e frequentemente só é acompanhada pelo som do baixo, ou sem acompanhamento.

O Rap é um estilo musical raro em que o texto é mais importante que a linha melódica ou a parte harmônica; sendo um dos dois únicos estilos musicais da história da música ocidental em que o texto é mais importante que a música o outro sendo o canto gregoriano, em que a música era uma monodia, homofônica, marcada pelo ritmo, e a melodia religiosamente nao podiam nunca sobressair o texto litúrgico.

O rap não usa melodias e motivas decorativas e harmônicas com arranjos elaborados dos instrumentos, mas vale somente em quanto rápido o cantor narra a sua “fala” com laborados dos instrumentos, mas vale somente em quanto rápido o cantor narra a sua “fala” com muito pouca musicalidade adicionada a sua poesia.

A música “rap” também tem uma similaridade distinta com a música celta em que se forma uma brincadeira na qual os cantores tentam duelar suas frases com rimas, rapidamente improvisadas e humorísticas; alternadamente, um desafiando o outro nas rápidas frases inteligentes; quem ganha deixando o outro esgotado sem idéias não pagas pelas bebidas. Moda Geralmente, as roupas utilizadas no rap são largas, para que os ovimentos fiquem maiores, dando mais efeito visual para a dança.

Também são utilizados bonés, muitas vezes virados para trás ou de lado. Na maioria das vezes,as roupas são vistosas. Exemplo de Rap’s O Preto Em Movimento MV Bill Não sou o movimento negro Sou o preto em movimento Todos os lamentos (Me fazem refletir) Sobre a nossa historia Marcada com glorias Sentimento que eu levo no peito É de vitória Seduzido pela paixão combativa Busquei alternativa (E não posso mais fugir) Da militância sou refém Quem conhece vem Sabe que não tem vitória sem suor Se liga só, tem que ser duas vezes melhor

Ou vai ficar acuado sem v 3 passado ensina e contamina Aqueles que sonham com uma vida em liberdade De verdade Capacidade pra bater de frente E modificar o que foi pré-destinado pra gente Dignificar o que foi conquistado Mudar de estado, sair de baixo Sem esculacho é o que eu acho Não me encaixo nos padrões Que vizam meus irmãos como vilões Na condição de culpados Ovelha branca da nação Que renegou a pretidão (Na verdade é que você… ) Tem o poder de mudar ” RAPA” Então passe para o lado de cá, vem cá Outra corrente que nos une A covardia que nos pune

A derrota se esconde no irmão Que não se assume Chora quando é pra sorrir RI na hora de chorar Levanta quando é pra dormir Dorme na hora de acordar Desperta Sentindo a atmosfera, que libera dos porões E te liberta (Sarará criolo… ) Muita força pra encarar qualquer bagulho Resistência sempre foi a nossa marca, meu orgulho É bom ouvir o barulho Que ensina como caminhar (Eu estou sempre na minha… ) Não vou pela cabeça de ninguém Pode vir que tem Agbara, Ominara, Português, Faveles ou em Ioruba, Axé pra quem vai buscar um acue E deixa de ser um qualquer Já viu como é 4DF4

Ordem de serviço

0

Ordem de Serviço em Segurança do Trabalho Setor ( Solda elétrica Cargo: ( Soldador Descrição das Atividades: – Executar, com

Read More

Filipe

0

1- Assinale V ou F nas alternativas e justifique sua resposta: A) Embora as moléculas lipídicas sejam livres para se

Read More