Era napoleonica

Categories: Trabalhos

0

Respostas: 1. A Era Napoleônica foi um período revolucionário marcado por autoritarismo, centralização do poder e expansão territorial sob o comando de Napoleão Bonaparte. Nesse período, a sociedade francesa passava por uma série de revoluções internas provocadas pela insatisfação burguesa para com os jacobinos e ainda a monarquia européia temia a expansão das revoluções em seus reinos. Esse período foi dividido em três épocas: Consulado, Império e Governo dos Cem Dias. . Sim. Este período se caracterizou pela recuperação econômica e pela re França. Novas institui entralismo no pode Tribunal, Corpo Legis cs ors tc view ministrativa na disfarçar o seu foram o Senado, stado. 3. O Consulado criou instituições novas na França, com cunho democrático, o Senado, o Tribunal, o Corpo Legislativo e o Conselho de Estado. Mas influência, Napoleão acabou sendo nomeado primeiro-cônsul.

Ele ficou responsável pelo comando do exército, pela politica externa, pela autoria das leis e quem nomeava os membros da administração. Durante o período do consulado, ocorreu uma recuperação econômca, to page jurídica e administrativa na França. Napoleão realizou diversos eitos em diferentes áreas durante este periodo. Os resultados obtidos neste período do governo de Napoleão agradaram ? classe dominante francesa. No ano de 1804, após realização de plebiscito, Napoleão finalmente tornou-se imperador. 4.

O Bloqueio Continental em 1806, onde Napoleão impunha que todos os países europeus deveriam fechar seus portos para o comércio com a Inglaterra, enfraquecendo as exportaçdes do país e causando uma crise industrial. 5. Em 1812, a aliança franco-russa é quebrada pelo czar Alexandre, que rompe o bloqueio contra os Ingleses. Napoleão empreende então a campanha contra a Rússia. Entra em Moscovo e, durante a retirada, o frio e a fome diminuem grande parte do Exército francês. Enquanto isso, na França, o general Malet, apoiado por sectores descontentes da burguesia e da antiga. 6.

O Congresso de Viena foi uma conferência entre embaixadores das grandes potências européias que aconteceu na capital austríaca, entre 2 de maio de 1814 e 9 de Junho de 1815, cuja intenção era a de redesenhar o mapa político do continente europeu após a derrota da França napoleônica na primavera anterior, iniciar a colonização (como visto na Revolução Liberal do Porto, no caso do Brasil) PAGFarl(F3 rimavera anterior, iniciar a colonização (como visto na Revolução Liberal do Porto, no caso do Brasil), restaurar os respectivos tronos às famílias reais derrotadas pelas tropas de Napoleão Bonaparte (como a restauração dos Bourbon) e firmar uma aliança entre os burgueses. O objetivo foi reorganizar as fronteiras européias, alteradas pelas conquistas de Napoleão, e restaurar a ordem absolutista do Antigo Regime.

Após o fim da época napoleônica, que provocou mudanças políticas e econômicas em toda a Europa, os países vencedores (Áustria, Rússia, Prússia e Reino Unido) sentiram a necessidade de selar m tratado para restabelecer a paz e a estabilidade política na Europa, já que momentos de instabilidade eram vividos e temia- se uma nova revolução. Foram adotados uma politica e um instrumento de ação: * Política: Restauração legitimista e compensações territoriais. * Instrumento de Ação: Santa Aliança, aliança político-militar reunindo exércitos de Rússia e Áustria prontos para intervir em qualquer situação que ameaçasse o Antigo Regime, incluindo a hipótese de intervir nas independências da América. Contra isso foi cnada a “Doutrina Monroe” (América para Americanos) PAGF3ÜF3

Estrutura analítica de projetos

0

28/05/2009 Gestão de Projetos Profa. Tatiana Maia planejamento do Projeto Planejamento do Pro O planejamento é de importância num pro

Read More

Trabalho

0

Roteadores Copyright 2010 – Restrito – Material de uso exclusivo dos alunos do prof. Anderson L. Coan ROTEAMENTO em Roteadores

Read More